Bradesco usa ChatGPT na análise de documentos oficiais

O Bradesco anunciou essa semana que começou a adotar o ChatGPT como uma ferramenta complementar à leitura de textos oficiais produzidos pelo Banco Central do Brasil (Bacen). A análise minuciosa desses documentos é parte fundamental do trabalho dos economistas para a previsão das próximas movimentações de juros. Por isso, o Departamento de Pesquisa e Estudos Econômicos (Depec) da instituição financeira tem testado o modelo de IA generativa para obter uma visão “agnóstica” dos comunicados e atas do Comitê de Política Monetária (Copom).

O uso da solução da OpenAI permite uma leitura não subjetiva dos documentos, o que ajuda a confrontar e apoiar as análises tradicionais feitas pelos economistas. Além disso, o modelo de linguagem é capaz de interpretar novos textos e indicar um possível comportamento futuro com base no treinamento que recebeu com documentos existentes sobre o tema. 

Para garantir uma pontuação mais precisa, o Bradesco, por meio do Depec e do inovabra, seu ecossistema de inovação, desenvolveu uma metodologia de rotulagem das comunicações escritas pelo Banco Central. Com o uso de um Prompt (conjunto de frases gramaticalmente corretas que diz para a IA o que deve ser feito) e a submissão de cada parágrafo para a IA generativa, a ferramenta fornece uma pontuação para cada trecho da ata ou comunicado.

Embora a ferramenta seja uma aliada importante na avaliação dos textos pela rapidez com que faz a interpretação e os resultados iniciais sejam bastante satisfatórios, 

“Os resultados iniciais do uso do ChatGPT pelo Depec são encorajadores e ajudam a calibrar a expectativa para o movimento de juros de curto prazo imediatamente após a publicação dos comunicados”, explica Fernando Honorato, Economista-Chefe do Bradesco. 

“Essa é mais uma ferramenta em nossa busca pela excelência na análise de dados em grande escala (big data) e antecipação de cenários, apoiando o banco em suas tomadas de decisões”.

O relatório emitido pelo Depec afirma também que a leitura não deve substituir completamente a leitura dos analistas, uma vez que não tem poder preditivo da evolução do cenário, que é parte fundamental para as expectativas de juros futuros. 

De acordo com o relatório emitido pelo Depec, no entanto, ainda é possível melhorar os resultados e o próximo passo será fornecer um conjunto de parágrafos rotulados por especialistas para servir de exemplo para o modelo de IA e fazer um refinamento no Prompt para obtermos uma granularidade ainda maior das pontuações dadas pelo modelo. 

Além disso, a expectativa é testar o indicador Hawk/Dove, capaz de antecipar movimentos de mercado, especificamente na precificação de juros de curto prazo imediatamente após a divulgação dos comunicados e, eventualmente, nas apostas de movimentos das próximas decisões do Copom. 

(Com assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top