Bradesco inicia jornada de criptografia pós-quântica com a IBM

Tecnologia ajuda a preparar e proteger dados e explorar aplicações para finanças

Reconhecendo a necessidade de antecipar futuros desafios que possam surgir com o advento dos computadores quânticos criptograficamente relevantes, o Bradesco, por meio do inovabra, ecossistema de inovação, anunciou que ampliará seu relacionamento com a IBM para explorar e avaliar o uso de criptografia quântica segura. Será utilizada a aplicação do Open Finance do banco como piloto.
Com a tecnologia da IBM, o IBM Quantum Safe Explorer, os especialistas ajudarão o banco a identificar potenciais algoritmos criptográficos vulneráveis nos seus sistemas, auxiliando na identificação de aplicações sob risco de ataques usando computação quântica. Com base nessa avaliação, o Bradesco planeja criar uma metodologia para identificar outras aplicações que possam se beneficiar de tecnologias de criptografia pós-quânticas seguras e prepará-las para integrar os algoritmos resistentes a futuros computadores quânticos criptograficamente relevantes.
“Uma das consequências da computação quântica em larga escala no futuro pode ser seu impacto nos sistemas de proteção de dados. Entendemos que nossa preparação é prioridade neste momento. Afinal, a segurança é inerente à nossa missão como banco”, afirma Cíntia Barcelos, diretora de tecnologia do Bradesco.

Computação quântica para finanças

O Bradesco também anunciou que ingressou na IBM Quantum Network para explorar as aplicações da indústria de computação quântica. Ao aderir à rede, a instituição passa a ter acesso à expertise e aos softwares quânticos da IBM, bem como à maior e mais avançada frota global de computadores quânticos disponíveis na nuvem.
O plano é ampliar as experimentações com a computação quântica, que vêm sendo realizadas desde 2021. A iniciativa vai expandir o número de experimentos em diversas áreas internas, como: otimização (distribuição de caixa e otimização de portfólio); forecasting (projeção de variáveis macroeconômicas) e simulação (precificação de derivativos e análise de risco); além de construir modelos e compará-los com métodos tradicionais baseados na simulação clássica de Monte Carlo.
O objetivo é explorar formas de aumentar a eficiência operacional e melhorar a tomada de decisões estratégicas no ambiente financeiro. Entre os esforços em andamento, o Bradesco pretende investigar como a computação quântica pode ajudar a viabilizar a execução de modelos de precificação de opções europeias de compra e venda, simulação de cenários e testes associados.
O banco também está explorando os benefícios da computação quântica em outras áreas importantes do setor financeiro. “À medida que as capacidades da computação quântica avançam, isso pode nos permitir um dia ver uma maior eficiência operacional e a resolução de problemas que atualmente são considerados difíceis para os computadores clássicos. Esperamos que a tecnologia possa ser amplamente utilizada em um período de 5 a 10 anos”, diz Cíntia.

A estratégia também prevê o investimento em treinamentos científicos para equipar o time de TI e a base de funcionários com o conhecimento necessário para iniciar o planejamento da integração da tecnologia quântica em suas operações. No contexto de fortalecer sua prontidão quântica, o Bradesco também mantém importantes parcerias com instituições de ensino, como a Universidade de São Paulo, e trabalhará em estreita colaboração com outras na IBM Quantum Network.

(FONTE: Assessoria de imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Desenrola Pequenos Negócios: contratos ultrapassam R$ 2,4 bilhões
Volume financeiro teve crescimento expressivo em junhoO programa Desenrola Pequenos Negócios registrou, até o último...
TOP 6
GOL firma parceria para melhorar pagamentos digitais na América Latina
Companhia aérea se uniu à dLocal para possibilitar transações mais simples com cartões locais na...
TOP 6
75% dos consumidores esperam promoções para concluir compras, revela pesquisa
Estudo do Mercado Livre identifica os hábitos de consumo dos brasileiros Pesquisa recente, conduzida pelo Mercado...
TOP 6
Primeiros usos do Drex serão com tokens de ativos não-físicos, indica pesquisa
Conclusão é de pesquisa feita pela ClearSale com suporte do CPQD com o objetivo de...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top