nota4

Bradesco faz manutenção remota de máquinas com solução da Scopus

O Scopus desenvolveu para o Bradesco solução que permite ao departamento de manutenção de computadores de agências bancárias realizar procedimentos remotos de manutenção de software e de controle – desde ligar/desligar a máquina até a instalação de sistema operacional e outros softwares. O projeto “Método para intervenção remota em computadores” tornou mais ágil a recuperação de estações em campo, centralizou os processos de segurança e de controle, reduziu o tempo de indisponibilidade da estação de trabalho nas agências, o que melhorou o atendimento ao cliente, e o custo total de manutenção por estação.

A iniciativa propicia ao banco disrupção do modelo de manutenção de computadores nas agências bancárias, com economia, segurança, eficiência e disponibilidade e permite que tarefas, antes feitas em campo, sejam realizadas remotamente, de uma sala de comando, em estações instaladas em qualquer lugar do Brasil ou do mundo. Estes e outros benefícios levaram o projeto a concorrer ao Prêmio Relatório Bancário 2017, nas categorias Eficiência Operacional e Infraestrutura em TI.

O paper de inscrição ao Prêmio explica que as agências são canais importantes, mas extremamente custosos para instituições bancárias. O procedimento de recuperação de um computador de agência envolve seguranças armados até para realizar uma simples instalação de software – fora todo o backoffice de escala de técnicos, priorização e logística para todas as agências do Brasil. O desafio da Scopus e do Bradesco era fazer atendimento remoto, com execuções de funcionalidade que recuperam o estado normal de uma estação, podendo ser executadas em alta escala para um conjunto de computadores de forma simultânea.

A solução de software permite a execução remota, segura, automatizada ou acompanhada de instalação de sistema operacional, agendamento para ligar e desligar estações para atualizações automáticas e realização de inventários dos componentes das estações. O novo processo, que usa aplicação que considera elementos de segurança, garante ainda uniformidade das versões de software nas estações e precisão das informações para empresas de manutenção terceirizadas.

Segundo a Scopus, houve redução de 80% no SLA de instalação de um sistema operacional. “Todos os projetos são conduzidos por um time de profissionais que segue as melhores práticas de engenharia de software, gestão (PMI), desenvolvimento ágil (CMMI-3 | Scrum), UX (User eXperience), Fablabs para tangibilização de conceitos (protótipos, maquetes, filmes, etc) e técnicas,” informa o projeto.

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top