nota7

Bradesco, Cielo e Visa lançam autorização parcial. Clientes podem complementar pagamento com outros meios

Por Edilma Rodrigues

Bradesco, Cielo e Visa lançam a Autorização Parcial, recurso que insere flexibilidade nos pagamentos aos portadores de cartões Bradesco Visa, que podem utilizar o limite de crédito disponível e complementar a diferença com outras formas. Quando o cliente fizer a operação com este cartão na máquina da Cielo e não tiver aprovação para o valor total da compra, um aviso com o valor parcial que poderá ser aprovado aparece na tela do equipamento. Então, ele tem a opção de transacionar esse valor e complementar o saldo restante de outras formas.

A novidade chega a cerca de 1,5 milhão de estabelecimentos comerciais que são clientes da Cielo em todo o Brasil e 6 milhões de cartões de crédito Bradesco Visa, até o fim de dezembro. “Para o consumidor final e para o estabelecimento comercial, a experiência é transparente, fluida e rápida. As três empresas habilitaram seus sistemas e processos para que essa comunicação fosse instantânea e o novo processo fosse seguro e claro para todos os envolvidos,” informam as companhias.

A Visa foi responsável por conectar essa estrutura e permitir a viabilidade da solução por meio da tecnologia da VisaNet. “Atenta às transformações do mercado, a Visa procura desenvolver soluções para atender às necessidades reais dos consumidores e estabelecimentos comerciais brasileiros. A Autorização Parcial é um exemplo de como podemos melhorar a experiência de pagamento e venda”, assinala a diretora-executiva de processamento da Visa do Brasil, Elaine Marinelli.

Comerciantes podem reduzir perdas com transações negadas

Para os estabelecimentos comerciais, a autorização parcial pode reduzir perdas decorrentes de transações negadas e aumentar a conversão de vendas. O diretor de Produtos da Cielo, Francisco Santos, explica que essa autorização vai impulsionar o negócio dos lojistas. “A gente sabe que tanto eles quanto os consumidores ficam frustrados quando uma transação é negada e não podem fazer nada. Além disso, a funcionalidade reforçará a relação do cliente com a loja, que passará a dar mais essa opção de compra”, afirma e acrescenta: “Somos a primeira empresa de adquirência a oferecer essa funcionalidade aos estabelecimentos comerciais”.

Fonte: Visa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top