Crédito: segurosnews.com

BNP Paribas Cardif se prepara para virar líder de seguros massificados do Brasil

Desenvolvimento de interfaces personalizadas plug and play, que permitem a venda de seguros de forma mais dinâmica e digitalizada
Para manter um crescimento acelerado até 2030, a BNP Paribas Cardif se prepara para expandir seus negócios, se consolidando como a grande líder de seguros massificados do Brasil. “Queremos reforçar nosso papel de habilitador para os parceiros, fomentando o crescimento sustentável de seus negócios e transformando a forma como nossos clientes enxergam e interagem com os seguros”, pondera Sheynna Hakim.
A companhia traçou diretrizes para que consolide as relações com os parceiros varejistas e de bancos, além de potencializar ainda mais as oportunidades de expansão com os digitais. “O grande foco é oferecer cada vez mais soluções escaláveis para apoiar o crescimento dos nossos parceiros, aumentando sua rentabilidade e dando ênfase no suporte às vendas e pós-vendas”, diz a executiva. 
Um exemplo disso é o desenvolvimento de interfaces personalizadas plug and play, que permitem a venda de seguros de forma mais dinâmica e digitalizada. Outro ponto em que a seguradora está empenhada é no desenvolvimento de soluções que propiciam uma experiência omnichannel em toda a jornada da apólice, com a integração de diferentes canais – online e offline – para solicitação de serviços, realização de consultas e acionamento do seguro. 
Reconhecendo a deficiência de uma cultura de seguros mais desenvolvida no país, dado que a burocracia e a linguagem complexa de alguns contratos dificultam a compreensão das vantagens que as proteções oferecem aos brasileiros, já faz alguns anos que a BNP Paribas Cardif tem trabalhado para tornar os seguros mais acessíveis.

“Desenvolvemos soluções para reduzir documentos, exclusões e quaisquer circunstâncias que possam impedir o acionamento em caso de sinistro. Em 2022, realizamos uma força-tarefa de simplificação e reduzimos 70% dos riscos excluídos e 25% dos documentos exigidos nos principais produtos que operamos”, comenta Sheynna Hakim.

Além disso, a companhia simplifica a comunicação nas vendas, com o máximo de transparência para que o cliente saiba bem o que está contratando, e a linguagem dos contratos, para que um público mais amplo possa ter compreensão das condições do produto.
Um diferencial é que a BNP Paribas Cardif tem elaborado ecossistemas de serviços agregados para que o cliente utilize seus produtos para além do momento do sinistro. No Prestamista, por exemplo, uma das principais coberturas é para desemprego, mas o produto não se limita a essa cobertura, oferecendo uma rede extra de serviços que o torna mais completo, como acesso ao Coursera, uma plataforma online para capacitações; auxílio para montagem de currículo; simulação de entrevista de emprego; comparativo salarial e outros. “Esses serviços podem ser usados a qualquer momento após a contratação, o que aumenta a percepção de valor. Nossa intenção é colocar no mercado produtos que sejam cada vez mais funcionais e possam ser utilizados em diferentes momentos da vida dos nossos clientes”, explica a CEO.

Inteligência Artificial

Todo esse trabalho tem abastecido a BNP Paribas Cardif com um banco de dados robusto que serve de base para o desenvolvimento de soluções e inovações de analytics e machine learning, facilitando tanto a relação com o parceiro, quanto o atendimento ao cliente. 
Apesar disso, a BNP Paribas Cardif está atenta para que o desenvolvimento tecnológico esteja em linha com seus processos de humanização das relações, seja no trato com os parceiros ou com os clientes. “A humanização não se dá apenas no atendimento ao segurado, mas em todos os processos: desde o desenvolvimento de produtos mais acessíveis e alinhados com as pautas ESG, como o prestamista para pessoas até 85 anos, até a gestão do ambiente de trabalho, no qual promovemos inclusão, diversidade e uma maior qualidade de vida. É assim, numa reação em cadeia, que conseguimos entregar produtos que tenham real valor para todos”, finaliza Sheynna Hakim.

  (Fonte: Assessoria de Imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top