Uso de IA Conversacional em conjunto com o Digital Banking

Uso de IA Conversacional em conjunto com o Digital Banking


A inteligência artificial conversacional vem alterando a forma como os clientes são atendidos pelos bancos. O uso de machine learning ou processamento de linguagem neural permite que os chatbots compreendam as mensagens de textos e áudios enviados pelos clientes, agilizando o tempo de atendimento e promovendo mais assertividade nas interações com os clientes. 

Os bancos conversacionais são capazes de responder em questão de segundos de forma empática e/ou direcionar a solução que melhor atender o cliente. Com isso, os bancos escalam seus atendimentos e proporcionam uma melhor experiência ao usuário. 

Uma pesquisa do Digital Banking Report constatou que 75% das instituições financeiras consideraram usar IA conversacional, dados e análises para ampliarem a oferta de serviços, bem como melhorarem os serviços já existentes.

A aplicação da inteligência artificial nas empresas globais está mudando profundamente os processos. As organizações estão incorporando tecnologias, como IA, em suas operações de negócios visando reduzir custos, aumentar a eficiência, gerar insights e ampliar mercados.

Dentro dos bancos a  inteligência artificial traz melhorias aos sistemas de backoffice, pois permite automatizar o atendimento ao cliente, criar oportunidades de inovação e manter a competitividade. A inteligência artificial ajuda empresas a se orientarem para permanecerem relevantes e lucrativas. 

Hoje, os consumidores são quem mais impulsionam mudanças estruturais nos aspectos tecnológicos das empresas. É um panorama em que as estratégias de engajamento digital são forçadas a avançar na velocidade da luz. Nesse ambiente, utilizar recursos tecnológicos combinados pode causar um impacto imediato. E as oportunidades são infinitas.

Alinhar o uso de IA com Digital Banking permite que as instituições financeiras tenham acesso a dados relevantes sobre os clientes, como comportamento financeiro, intenções e desejos. Informações que podem servir de base para ofertas de produtos e serviços personalizados.

Nos serviços financeiros, a IA conversacional traz mais eficiência às experiências dos clientes, desde o front office até o back office e entre canais.

Um relatório da Business Insider Intelligence revelou que as instituições financeiras estão usando IA conversacional no front office para identificação e autenticação de clientes, simulando colaboradores usando chatbots e assistentes de voz, assim como fornecendo recomendações e suporte individualizados.

Os serviços de IA Conversacional podem ser aplicados para:

Responder perguntas frequentes: responder a perguntas frequentes, como saldos de contas e alterações de informações pessoais.

Identificar oportunidades de up-sell e cross-sell: com base nas necessidades específicas do cliente, o assistente virtual pode sugerir produtos ou serviços que não apenas apoiem a saúde financeira, mas também descubram novas possibilidades de produtos e serviços, e oferecer combos personalizados aos clientes.

Gerenciar pagamentos: pagar contas, fazer compras ou realizar algum tipo de transação online, um chatbot pode ajudar o usuário a efetuar e gerenciar esses pagamentos.

Executar tarefas críticas: automatizar tarefas que demandam a verificação de credenciais de forma rápida e precisa, quando o cliente precisar – cancelar seu cartão, solicitar novo cartão ou redefinir uma senha. 

Identificar atividades fraudulentas: identificação rápida de atividades suspeitas, evitando fraudes e aborrecimentos por parte dos clientes.

Gerenciar documentos: ajuda no preenchimento de formulários, coleta e verificação de documentos.

Enviar lembretes e notificações: lembretes para realização de pagamentos, bem como outros alertas importantes.

IA Conversacional junto com Digital Banking oferecem soluções para conduzir as instituições financeiras a um novo patamar no que diz respeito à satisfação dos clientes. Dentre essas soluções, podemos citar o Cyberbank Konecta, plataforma de IA conversacional de última geração da Technisys, que capacita empresas a oferecerem as melhores experiências a seus clientes, aumentando o engajamento dos clientes com as marcas.

O assistente pessoal virtual é capaz de compreender necessidades, desejos, percepções, expectativas e frustrações dos clientes. A solução rastreia o comportamento humano com o objetivo de coletar informações vitais para o suporte ao cliente. Com isso, concede o poder de mudar a forma como as empresas afetam as percepções das pessoas. 

Usando modelos de deep learning, o “mecanismo de empatia” aprende com as interações online do cliente em tempo real para oferecer suporte às experiências empáticas com a AI Empathy.

Na prática, experiências memoráveis acontecem quando os consumidores são livres para falar naturalmente e quando não são apenas ouvidos, mas também compreendidos.

É por isso que o mecanismo IA Conversacional Cyberbank Konecta reconhece voz e texto, entende a intenção, decifra diferentes idiomas e sabe quando fornecer suporte baseado em inteligência artificial ou humana a cada interação com o cliente.

O uso de IA está emergindo como um fator chave no setor bancário. Modelos de Deep Learning são importantes para que as instituições consigam oferecer serviços melhores com foco no atendimento e na satisfação do consumidor. 

Se você quiser oferecer uma experiência memorável, conte com uma solução que combine IA Conversacional e Digital Banking para elevar o nível dos seus serviços e ajudar sua empresa a se destacar no mercado. 

Saiba mais sobre Inteligência Artificial Conversacional e Digital Banking.

Leiriane Dias

Latam Brand Strategy & 
Marketing Communications

Leiriane Dias

Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).