TikTok e mercado financeiro uma dança que vale a pena

TikTok e mercado financeiro uma dança que vale a pena


O consultor sênior da Qorus, Ahu Karageyim, escreveu ao site sobre as próximas mudanças na maneira como os serviços bancários têm sido usados e como as instituições financeiras podem se posicionar como líderes na nova era. Acompanhe o artigo na íntegra: 

Estima-se que o TikTok, lançado em 2016, tivesse aproximadamente um bilhão de usuários ativos em janeiro de 2022. Os números da plataforma são bastante impressionantes, especialmente quando comparados aos de outras grandes plataformas que existem há muito mais tempo (por exemplo, Facebook e seus quase três bilhões de usuários e os quase 2,5 bilhões do YouTube.)

No entanto, em contraste com outros aplicativos de mídia social, o TikTok permanece amplamente ignorado e subutilizado pelas instituições financeiras. De fato, uma pesquisa de 2021 descobriu que bancos e cooperativas de crédito estão desproporcionalmente mais presentes em canais de mídia social mais tradicionais.

Embora seja verdade que a grande maioria dos usuários do TikTok tenha menos de 35 anos (aproximadamente 70% deles), o que pode implicar em uma capacidade limitada de penetração no mercado, estudos sugerem que a plataforma tem um potencial comercial consideravelmente subexplorado. 

De acordo com a Insider Intelligence, “os usuários do TikTok passarão mais tempo na plataforma de mídia social este ano (2022) do que os usuários do YouTube”. O mesmo relatório constata que mais de 40% da geração Z atualmente despende mais de três horas por dia no TikTok.

Além de ser uma excelente vitrine para anúncios, conforme sugerido pelas métricas de uso, outras evidências sugerem ainda que o TikTok também é uma ferramenta muito promissora para consultoria financeira. Uma  pesquisa de 2021 realizada pela Magnify Money descobriu que quase um quarto dos investidores de 18 a 40 anos e 41% daqueles que têm entre 18 e 24 anos buscaram aconselhamento financeiro na plataforma.

A alta demanda dos usuários por conteúdo relacionado a finanças pessoais, alfabetização financeira, microinvestimento e criptomoedas acabou levando ao surgimento de ‘fin-fluenciadores’. Esses criadores de conteúdo, como Humphrey Yang, têm seguidores que podem chegar a 3 milhões de pessoas, o que, no caso dele, permitiu que acumulasse um total de mais de 45 milhões de curtidas em junho de 2022.

O TikTok pode, assim, significar uma alternativa potencialmente econômica às estratégias de marketing digital predominantes. Em vez de contratar uma agência digital para desenvolvimento e estratégia de conteúdo, pode ser muito mais econômico simplesmente contratar um influenciador do TikTok para dar consultoria financeira e vender produtos/serviços. Esses vídeos de “entretenimento educacional” normalmente não precisam ser excessivamente editados e tendem a ser baratos de produzir.

O Ma French Bank ganhou notoriedade regional por adotar uma abordagem pouco convencional e pouco ortodoxa para promover sua marca e serviços. O neobank com sede na França, em parceria com alguns dos influenciadores mais populares da França, lançou um desafio TikTok para promover o lançamento da WeStart, uma conta corrente exclusiva para adolescentes de 12 a 17 anos residentes na França.

O #WeStartChallenge convidou os franceses da geração Z para mostrar sua criatividade e compartilhar conteúdo no qual utilizaram um efeito de marca lúdico exclusivo, com o objetivo de obter a maior pontuação e tentar ganhar um PlayStation 5 novinho em folha. O desafio de hashtag da marca durou sete dias e foi um sucesso entre os usuários jovens em todo o país. Os vídeos feitos como parte da campanha registraram quase 300 milhões de visualizações e a criação de quase 100 mil vídeos.

Seguradora brasileira, Bradesco Seguros, tornou-se um estudo de caso notório por sua impactante conta no TikTok

As principais seguradoras também apostaram no canal de mídia social. Mais notavelmente, a seguradora brasileira Bradesco Seguros, que se tornou um estudo de caso notório por sua impactante conta no TikTok. Suas esquetes, produzidas em parceria com diversos influenciadores brasileiros e celebridades da TV local, foram publicadas quinzenalmente, abordando diversos temas: educação em seguros, importância de escolhas conscientes de saúde, responsabilidades ligadas à paternidade etc.

Esses vídeos foram divulgados, em sua maioria, sem investimento financeiro para aumentar o alcance e a visualização do conteúdo, e desde então atingiram um total de cerca de 70 milhões de visualizações. A iniciativa da Bradesco Seguro teve uma repercussão tão impactante, que foi uma das indicadas ao Prêmio Efma-Accenture Inovação em Seguros 2022.


Fonte: Qorus (conteúdo exclusivo disponibilizado em parceria com a Cantarino Brasileiro)Tradução e adaptação: Edilma Rodrigues

A Qorus – antiga Efma – é  uma organização internacional que tem em seu portfólio mais de 6 mil estudos de casos de melhores práticas das instituições bancárias globais, compartilhados por uma rede que soma hoje 120 grupos financeiros de 133 países. Ela reúne seus membros num espaço virtual em que é possível ter acesso não apenas aos cases como às pesquisas inéditas realizadas com os parceiros e à visão de especialistas sobre as tendências do setor. A parceria para distribuição de conteúdo através dos canais da Cantarino Brasileiro objetiva aumentar sua visibilidade e adesão dentre as instituições financeiras no Brasil. Para saber mais, acesse o site: https://www.qorusglobal.com


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).