Razões para não considerar o bitcoin uma ‘bolha’

Razões para não considerar o bitcoin uma ‘bolha’

Tags:

Neste artigo, John McAfee, CEO da MGT Capital, que recentemente começou a minerar criptomoedas, explica por que o bitcoin não é uma bolha.

Há inovações ao longo da história que mudaram a cultura humana para além da recognição. Uma dessas inovações foi a adoção da agricultura. Antes dela, os grandes pensadores da sociedade se esforçavam grandemente para determinar quando levantar acampamento e se mudar para terras mais frutíferas; como limitar o tamanho de uma aldeia, de modo que não esgotassem rapidamente a comida disponível em uma nova área e como projetar habitações que pudessem ser desmontadas bem rápido, em caso de mudança repentina.

Imagine como esses pensadores tiveram que se esforçar para compreender um mundo em que a aldeia nunca muda; onde o tamanho da aldeia não importava e onde as habitações eram construídas em pedra e eram imóveis. Não haveria nada na compreensão contextual de sua cultura que lhes permitisse compreender o produto final do novo mundo emergente.

Acredito que a blockchain está, mesmo agora, inaugurando um novo paradigma econômico e social que irá rivalizar, se não exceder, o impacto que a agricultura teve na sociedade humana.

A ideia que turvou as águas para muitos é a de “descentralização”. Houve muita publicidade, durante anos, sobre o potencial de mudar opiniões sobre a descentralização, mas pouco ou nada aconteceu. A razão é que ninguém conseguiu resolver o problema da distribuição necessária para o potencial desse sistema descentralizado.

Os sistemas distribuídos e descentralizados têm um potencial inerente que, literalmente, tornam os sistemas centralizados obsoletos. Isso é óbvio até mesmo para um observador casual. Sabemos disso há décadas. Não foi assim até a chegada da blockchain que, contudo, tivemos uma ferramenta capaz de fundir “descentralização” e “distribuição” em uma única unidade dentro da qual nenhuma autoridade central era necessária. O ‘livro razão’ ou ledger distribuído, mantido por ninguém, acessível a todos e validado por consenso, é a ferramenta que o mundo tem esperado.

Aqueles que entendem esta ferramenta veem imediatamente o absurdo de palavras como “bolha”, “investimento” etc., quando aplicadas às criptomoedas. Esses líderes de pensamento usam bitcoin para comprar e vender e aqueles que usam bitcoin exclusivamente como uma moeda e não usam nenhuma outra moeda – e eu pessoalmente conheço dezenas de pessoas que fazem isso – poderiam se importar menos com o valor do bitcoin em dólares.

Essas pessoas veem, e viram por algum tempo, que as antigas construções de paradigmas não têm sentido neste novo mundo.

É como as primeiras culturas povoadas sendo advertidas por seus sábios do passado de que eles vão perecer em suas casas de pedra quando for a hora de a aldeia se mudar. Eles entenderam que o conceito de “mudar-se” não tinha significado em seu novo mundo.

Do mesmo modo, o que as pessoas veem como uma “bolha” de bitcoin, da perspectiva do novo paradigma, é meramente a desvalorização previsível e sistemática de moedas fiat (moeda legal) que continuará, com altos e baixos evidentes, até que todas as moedas fiat alcancem o ponto zero.

À medida que o valor relativo da bitcoin cai temporariamente, elas apontarão para isso como prova da sua compreensão. Não importa. A realidade se esse mundo novo é o que é. Aqueles que entendem isso serão os líderes deste novo mundo.

John MacAfee é um programador de computadores escocês e fundador da McAfee. Foi um dos primeiros a projetar softwares antivírus e de escanner de vírus.

Fonte: Business Insider
Tradução e adaptação: Relatório Bancário / Cantarino Brasileiro


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).