Parceria da R3 e Fohat vai criar infraestrutura de blockchain e conectar os setores de energia e financeiro

Parceria da R3 e Fohat vai criar infraestrutura de blockchain e conectar os setores de energia e financeiro

Tags:

Por Edilma Rodrigues

A Fohat, startup curitibana de energia inteligente, fecha parceria com a R3, empresa de software corporativo, para desenvolver a primeira rede comercial privada de blockchain do Brasil, cuja infraestrutura vai conectar os setores de energia e financeiro (instituições financeiras, bancos e seguradoras). Essa rede blockchain vai permitir que a startup conclua a entrega da plataforma eFinchain, destinada a instituições financeiras que têm interesse em oferecer serviços financeiros ao Mercado Livre de Energia.

A Fohat trabalha em uma solução de energia inteligente voltada ao ambiente de comercialização em balcão organizado, numa parceria com a AES Brasil. Juntas, essas duas soluções, vão permitir um ambiente mais seguro para as operações de contratos derivativos de energia. “O contrato assinado entre as empresas prevê que a tecnologia Corda Enterprise seja a base da arquitetura tecnológica blockchain do projeto que a Fohat vem desenvolvendo da eFinchain,” explicam as empresas em nota.

A criação de infraestrutura financeira de liquidação de contratos mira o segmento de balcão organizado em blockchain na esteira da abertura do Mercado Livre de Energia no país

O country manager da R3 no Brasil, Keiji Sakai, explica que o Corda Enterprise vai permitir que a plataforma da Fohat ofereça uma rede de serviços e infraestrutura para conectar os setores de energia ao financeiro dentro do contexto de outros projetos que eles estão envolvidos. “Esta plataforma comum criará um ambiente distribuído onde os participantes poderão trocar informações com criptografia, controle de acesso e preservação da privacidade dos dados”, assinala Sakai.

Para o CEO da Fohat, Igor Ferreira, a R3 representa a credibilidade institucional junto aos bancos e agentes financeiros para o projeto liderado pela sua empresa, que vai conectar os dois setores que poderão impulsionar o Mercado Livre de Energia nacional. “A escolha do Corda Enterprise se deve ao nível de excelência desse produto nas várias aplicações voltadas ao setor financeiro que estamos acompanhando no mundo, ao longo de 2019 e 2020. E, sobretudo, é uma honra ter a R3, a maior referência global do setor de tecnologia voltado ao universo financeiro”, ressalta Ferreira.

A R3, cuja sede mundial fica em Nova York, conta com mais de 300 entidades em seu ecossistema, entre bancos, seguradoras, corporações, empresas reguladoras de todo o mundo, dentre as quais estão os brasileiros B3, Bradesco, Itaú e os estrangeiros ING, Sumitomo Mitsui Banking Corporation e BNP Paribas.

Liquidação e custódia de contratos derivativos de energia

A eFinchain é uma plataforma da Fohat projetada para que uma instituição financeira dê suporte às atividades de liquidação e custódia de contratos derivativos de energia, os chamados Non Deliverable Forward (NDF). Nesse contexto, essa plataforma vai prover uma função de contraparte central, garantindo a liquidez e custódia de contratos transacionados bilateralmente. 

Lançado em 2018 pela R3, o Corda Enterprise é uma versão comercial da rede de blockchain para viabilizar a infraestrutura necessária para a operação de plataformas de negociação de setores com alto nível de exigência e quantidade em regulamentação e requisitos de segurança de dados e qualidade de serviços. Ele foi construído seguindo os requisitos de segurança, privacidade e escalabilidade definidos pelas instituições financeiras que fizeram parte do consórcio original da R3.

Considerado como a Terceira Geração de plataformas Blockchain, ao contrário das tecnologias blockchain tradicionais onde os dados são compartilhados para todos os participantes, o Corda Enterprise foi concebido para que os dados das transações entre as partes sejam totalmente privados, ou seja, não distribuídos para os outros nós da rede.

Com informações da assessoria de imprensa


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).