Tags:

Os benefícios da criptografia para o Sistema de Pagamentos Instantâneos


[Se sua empresa vai implementar o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), você precisa conhecer os benefícios do HSM (Hardware Security Module), que tem inúmeras funcionalidades.]

O Banco Central (BC) encerrou no dia 18 de maio o Sistema de Consulta Pública sobre o regulamento do arranjo de pagamentos instantâneos, denominado PIX. 

Em linhas gerais, o regulamento dispõe sobre o funcionamento do PIX, as regras de uso da marca, os tipos de participantes admitidos e os requisitos de participação, além do processo de autorização das transações, seus tempos máximo e o processo de liquidação.

O que o documento não contempla, mas é de fundamental importância, são os benefícios de um hardware de criptografia dedicado, o HSM. O BC requer o uso de tecnologia de segurança relacionada à criptografia, e esta é justamente uma das importantes funções do HSM. 

Até por isso é uma recomendação que o Banco Central faz. As empresas que integram a cadeia do SPI precisam de um HSM. E os benefícios da criptografia extrapolam o momento de adesão ao PIX.

Minimizar riscos

Os parâmetros operacionais de segurança ficam sob responsabilidade do próprio operador, então é imprescindível refletir: vale a pena correr o risco de ter suas comunicações violadas ou alteradas?

Hoje já sabemos que além das ameaças externas, existem fraudes internas. Gestores de TI ou de negócios podem adquirir informações importantes e, por um deslize ou até por má fé, incluir no sistema transações falsas ou alterar transações válidas. Então o risco existe.

As bandeiras de cartão já têm o entendimento de que garantir a segurança com o HSM tornou-se mandatório. Então, por que não pensar na segurança do cartão de crédito como referência a ser buscada pelo sistema de pagamentos instantâneos?

Minimizar riscos significa pensar nos mínimos detalhes.

Preservar a imagem

Preservar a imagem da empresa é outro benefício colhido com o uso de um hardware de criptografia dedicado. 

Imaginemos uma Fintech em seu início de vida, com um plano de negócio ousado e um planejamento de produto bastante interessante. Se logo após seu início de vida surge uma denúncia de que as mensagens foram corrompidas ou alteradas, a probabilidade de declínio nesse momento é muito grande.

Isso porque ela ainda estaria em um estágio incipiente e não teria conquistado totalmente a confiança dos clientes. Mesmo que a empreitada geral fosse boa, ficaria em cheque por conta de uma pequena falha em relação à gestão de chaves.

Até mesmo as grandes empresas do mercado precisam preservar sua imagem e fazem de tudo para isso. Se olharmos os comerciais, há várias mensagens subliminares (e, às vezes, até diretas) de ações da empresa em direção aos conceitos valorizados pela sociedade hoje em dia como, por exemplo, a preocupação com o meio ambiente. 

Da mesma forma, o investimento em segurança agrega valor ao nome, à marca, à imagem da empresa. Hoje é inaceitável para o cliente se sentir fraudado. Então, tudo isso deve ser levado em consideração na hora de pensar em um investimento em criptografia de hardware. A imagem de sua empresa vale muito!

Real segurança de operação

Ao se pensar em uma caixa de hardware dedicado é importante verificar se ela foi construída com processadores especiais, com tecnologias dedicadas, ou seja, com componentes projetados pela fábrica para ter uma performance excepcional em operações.

O HSM para Pagamentos Instantâneos disponibilizado pela First Tech é assim. Um dos mais modernos para cybersecurity, é utilizado para assinatura digital, criptografia de dados, guarda de chaves, geração de senhas fortes, entre outras funções.

E se houver alguma tentativa de acesso não autorizado, ele emite essa informação, permitindo à área de segurança uma atuação rápida e precisa; com isso é possível descobrir se tem alguém tentando burlar o sistema – interna ou externamente.

Enfim, recorrer a um hardware de criptografia traz muito mais benefícios do que se imagina. Vale a pena conhecer melhor o HSM para pagamentos instantâneos.

Estabilidade

A estabilidade da operação é muito importante dentro da rotina da empresa. Mesmo os bancos digitais, ainda relativamente leves em sua estrutura e que decidem assumir mais riscos, já sabem que a operação não pode parar.

Um hardware físico permite que a empresa tenha não só o cofre de informação em mãos, mas também algumas ferramentas ligadas a gestão das informações, como o cadastro de certificados e a sinalização de seus vencimentos. Enfim, são só alguns exemplos de como o HSM contribui com o planejamento e a organização. 

Quando se tem um hardware dedicado, muitas tarefas de administração da operação são facilitadas. 

A melhor experiência no apoio na instalação e execução

Ter com quem contar não só na hora de implementar o sistema, mas também se houver algum problema, faz toda diferença. E esses são alguns diferenciais da aquisição do HSM para Pagamentos Instantâneos por meio equipe First Tech.

Quando se fala em criptografia para meios de pagamento, somos conhecidos e reconhecidos há 25 anos no mercado financeiro que detém empresas como Itaú, Bradesco, Safra, Nubank, Banco Inter e outros.

Com visão de mercado, investimos e continuamos a investir em estrutura, certificações e adequações para que possamos entender, atender e superar as necessidades do projeto de Segurança em Criptografia para Pagamentos Instantâneos com todo apoio necessário. São técnicos especialistas, fornecimento de equipamento, consultoria, suporte, monitoria 24x7x365 dias e treinamento, tudo o que é necessário para seu sucesso. 

Enfim, contar com toda essa estrutura, experiência e conhecimento na instalação, na execução e até na hora de resolver os pepinos faz toda diferença no resultado do serviço que sua empresa oferecerá para o seu cliente.

Para saber mais, clique aqui e entre em contato para falar com um especialista.


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).