Bancos digitais incluem mais clientes da classe C e jovens

Bancos digitais incluem mais clientes da classe C e jovens


A 4ª edição da pesquisa “A Experiência dos Clientes dos Bancos no Brasil 2021”, realizada pela Cantarino Brasileiro, em parceria com a Akamai Technologies, trouxe em maio deste ano a visão dos brasileiros sobre a digitalização do setor financeiro. 

Dentre outras informações, as entrevistas com mais de 1.100 correntistas de diversos bancos do Brasil mostraram que as instituições digitais têm conseguido incluir mais clientes com baixa escolaridade que os bancos tradicionais. O porcentual é de 13,8% (digitais) contra 8,7% (tradicionais). 

Ainda que as instituições financeiras tradicionais dominem o mercado e sejam a conta principal de 69% dos entrevistados, os bancos digitais estão ganhando mais força no mercado brasileiro — e se destacando na inclusão financeira.

No que diz respeito ao saque do auxílio emergencial, 11% dos que sacaram não tinham conta em banco; entre os que tinham, 82% tinha conta em banco digital.

E quanto mais novo o banco, maior a “atração”. Os neobanks, por exemplo – que têm as carteiras de usuários mais bem distribuídas por região – atraem mais clientes da classe C (51,2%) que seus concorrentes (47,2%). 

E a inclusão não acontece somente na classe social. Eles também são a principal escolha dos jovens que estão entrando no mercado financeiro.

Insights CB – Edição nº 05

EditorialDo conceito ESG, agora o foco é a letra S, de social
Insight 1Bancos digitais incluem mais clientes da classe C e jovens
Insight 2Senior Savings traz educação financeira à terceira idade
Insight 3Prêmio Banking Transformation incentiva soluções de inclusão financeira
Insight 4Banco Central lista apps de bancos com recursos de acessibilidade
Insight 5Bancos voltados para a minoria despontam no Brasil
Ponto de VistaInclusão é o nome do jogo. E os bancos digitais estão ganhando


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).