Conheça a litecoin: a moeda leve que é a boa surpresa do mês

Conheça a litecoin: a moeda leve que é a boa surpresa do mês


Litecoin, também conhecida pela sigla LTC, é uma criptomoeda inspirada no bitcoin e sustentada por uma rede peer-to-peer. As semelhanças com a ‘irmã’ mais famosa são permitir pagamentos instantâneos a um custo próximo à zero para qualquer indivíduo no mundo, ser totalmente descentralizada e sem autoridades centrais e tratar-se de um projeto de software livre. Os preços da litecoin aumentaram nas últimas 48 horas e atingiram um novo marco histórico, com alta de mais de 20%, segundo o Coinmarket. Seu valor atingiu U$ 62,83, às 14h58 de ontem (28). O pico, no entanto, foi na noite de domingo, quando chegou a US $ 64, o que totalizou um aumento de 36% ao longo da semana.

Por que moeda leve?

Segundo a Liticoin.org, a blockchain da Litecoin é capaz de lidar com um volume maior de transações do que o Bitcoin porque gera os blocos com mais frequência e sua rede suporta mais transações sem ter que modificar o software no futuro. As confirmações, portanto, são mais rápidas. Sua rede foi projetada para produzir cerca de quatro vezes o número de unidades do bitcoin, ou cerca de 84 milhões de LTCs. O que significa que a rede LTC processa um bloco cada 2,5 minutos, em vez de a cada 10 minutos como o bitcoin. Cada litecoin é subdividida em 100 milhões de unidades menores, definidas por oito casas decimais. Por conta dessas características, vem o nome litecoin ou moeda leve, em português.

Criada por Charlie Lee em 2011, enquanto ele também trabalhava no Google (hoje, Lee é diretor de engenharia na Coinbase, plataforma e carteira de moedas digitais), a LTC também é conhecida como ‘ moeda digital de prata, uma vez que o bitcoin é o ouro.

Com informações de Coindesk, Liticoin.org e Coinmarket.


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).