Iniciativa partiu da Abecs, Abipag e Abranet, principais representantes do setor

Associações criam Confederação Nacional das Empresas de Meios de Pagamento

Iniciativa partiu da Abecs, Abipag e Abranet, principais representantes do setor
A criação da Confederação Nacional das Empresas de Meios de Pagamento (CNP) foi anunciada essa semana pela Abecs, Abipag e Abranet, principais representantes do setor de meios de pagamento eletrônicos e nasce com o objetivo de unir esforços e ampliar a representatividade da indústria perante o regulador, o mercado, os órgãos públicos e outras esferas da sociedade.
Juntas, as associações precursoras representam mais de 120 empresas que atuam diretamente em diversos segmentos dentro do ecossistema de meios de pagamento, composto por instituições financeiras, adquirentes, bandeiras (instituidores de arranjo de pagamento), emissores de cartão, bancos digitais, fintechs, marketplaces, fornecedores de tecnologia e equipamentos, entre outras.
Por englobar múltiplos segmentos dentro de uma mesma indústria, a CNP também atuará na defesa da livre competição e da garantia de simetrias concorrenciais no setor.
A criação da entidade busca ainda fortalecer o modelo atual do sistema, que envolve justamente uma série de players na cadeia de valor dessa indústria e, por isso, proporciona diversos benefícios para o consumidor e para o mercado, como inclusão financeira e digital, segurança, inovação, acesso ao crédito, entre outros.
A diretoria da Confederação é composta por representantes das associações fundadoras, tendo como primeiro diretor-presidente Giancarlo Greco, presidente da Abecs. “A criação da CNP é um marco para a nossa indústria e vai contribuir para que o setor de meios de pagamento continue se desenvolvendo e proporcionando segurança, inovação e eficiência ao dia a dia do brasileiro”, afirma. “Essa pluralidade dentro da confederação nos permitirá ter uma visão ainda mais abrangente do setor e uma representatividade cada vez mais eficiente”.
Carol Conway, atual presidente da Abranet, assume como vice-presidente. “A CNP concretiza nosso objetivo de atuação colaborativa nas pautas do setor de pagamentos e facilita a interlocução com todos os ‘steakholders’ do ecossistema das finanças”, pontua.
“O surgimento da CNP é mais um passo em direção à evolução do setor de cartões, bem como reforça a diversidade dos participantes da indústria financeira e de pagamentos no Brasil”, destaca Vinicius Carrasco, da Abipag, que responde como diretor-executivo da confederação.
(FONTE: Panorama Abecs)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top