Assaltos a agências bancárias caem quase 40% no 1º semestre de 2020

Assaltos a agências bancárias caem quase 40% no 1º semestre de 2020

Por Edilma Rodrigues

O número de assaltos a agências bancárias caiu 38% nos primeiros seis meses de 2020, com 36 assaltos e tentativas de assaltos, contra 57 ocorrências no primeiro semestre de 2019. E os ataques a caixas eletrônicos tiveram queda de 28% – de 353 (2019) para 253 (2020). Em 2019, o total de ataques a agências e a caixas eletrônicos foram 119 e 567 respectivamente. A informação é do levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com 17 instituições financeiras, que respondem por mais de 90% do mercado bancário.

“Esse ciclo de queda teve início no ano 2.000, quando tivemos 1.903 ocorrências em todo o país. De lá para cá, o número de assaltos vem caindo de forma contínua e consistente”, explica o diretor adjunto de serviços bancários da Febraban, Walter de Faria.

class=wp-image-10993/

Queda provém de pesados investimentos em tecnologia e capacitação

A Febraban informa que essa queda é resultado direto dos investimentos maciços feitos pelo setor em tecnologia e capacitação de pessoal. Além da contínua interlocução e colaboração com as autoridades policiais de todo o Brasil, com o envio de informações necessárias à prevenção e repressão dos crimes relacionados ao sistema financeiro.

“Como forma de combater a ação dos assaltantes, as agências e postos de atendimento contam com ampla infraestrutura física e tecnológica. Fazem parte desse aparato sistemas de capturas de imagens, câmeras de visão noturna, sistemas de reconhecimento facial e sensores que identificam situações fora do comum que possam indicar a ação de bandidos, como aumento repentino de temperatura na agência ou movimentação dos caixas eletrônicos,” explica a entidade em nota.

Os grandes bancos também possuem centrais que monitoram as agências em tempo real, no esquema 24/7 (24 horas por dia, sete dias da semana). No caso de alguma ocorrência, as polícias são acionadas. 

As instituições financeiras ainda contam com cerca de 60 mil vigilantes profissionais, uma média de três profissionais por agência bancária. Os serviços de segurança são fornecidos por empresas especializadas com autorização de funcionamento expedida pelo Departamento de Polícia Federal, em conformidade com a lei 7.102/83.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top