analise-de-dados

Análise de dados impulsiona fintech de crédito que atinge 3 bilhões de transações

Por Edilma Rodrigues

O pag!, fintech que oferece cartão de crédito digital sem tarifas, alcançou a marca de 1 milhão de cartões, dobrou a base de clientes e, no último ano, contabilizou 3 bilhões de transações. De acordo com a startup, esse resultado veio após a implantação das soluções Score 3D e Renda Presumida de análise de dados da TransUnion, que permitiu o acesso a informações confiáveis de possíveis consumidores para conceder crédito.

O CEO do pag!, Felipe Félix, comenta que a TransUnion tem papel importante nesta conquista porque, a partir dos dados alternativos fornecidos pela empresa, foi possível chegar a um público com pouca informação disponível sobre seu histórico de pagamentos nos meios tradicionais. “Isso está diretamente alinhado com nossa missão de revolucionar o mercado financeiro, democratizando o acesso a crédito”, enfatiza Félix.

Crédito: 125 milhões de pessoas invisíveis aos players tradicionais

O presidente da TransUnion no Brasil, Juarez Zortea, comenta que existem hoje 25 milhões de brasileiros iniciando a vida financeira, sem contar os 100 milhões que estão invisíveis aos players de mercado. “Estes números mostram o enorme potencial para empresas como o pag!. Por sua vez, a utilização cada vez maior das soluções da TransUnion permitirá a democratização do crédito, hoje ainda restrito a uma pequena parcela dos brasileiros”, analisa o executivo.

Motor de concessão de crédito 

A fintech, há três anos no mercado, explica que seu objetivo é oferecer uma nova solução de crédito para a população brasileira por meio de um modelo mais inclusivo para a aquisição de cartão de crédito e outros serviços bancários. Nessa jornada, o pag! desenvolveu, internamente, um motor de concessão para crédito e a solução da TransUnion permitiu usar informações dos clientes em potencial, trouxe insights e escalonou os negócios. 

“A partir do melhor conhecimento da abrangência de atuação da TransUnion, além das iniciativas focadas em concessão de crédito, o pag! começou a avaliar outras frentes de negócios da companhia, a exemplo de prevenção à fraude e ações de marketing,” informa a startup em nota.

Soluções se baseiam em dados alternativos

As soluções baseadas em dados alternativos – somadas ao histórico de informações da TransUnion – possibilitaram o enriquecimento da base já existente no pag!. E a fintech entrou em mercados nos quais não tinha acesso anteriormente, com produtos e serviços financeiros com preços e taxas mais competitivos e impulsionando seus negócios.

“O uso das soluções de informação nos proporcionou novas formas de entender o comportamento do nosso cliente, agilidade no acesso a informações sobre cenários de atuação e o conhecimento do potencial de consumidores por meio do uso de dados e históricos, estabelecendo mais transparência e segurança nos processos de concessão de crédito. Tudo isso, mantendo a segurança dos dados e incrementando a taxa de conversão, sem aumentar o risco de crédito”, menciona o executivo do pag!.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top