nota8

Aconteceu na semana

1,07 mi de clientes do cheque especial migra para o empréstimo parcelado
28 de fevereiro

Em janeiro, 1,07 milhão de clientes migrou do cheque especial rotativo para o empréstimo parcelado, a juros mais baixos. O volume de clientes que migrou para essa linha de crédito a menor custo equivale a um aumento de 32% na comparação com o mês anterior, segundo levantamento feito pela FEBRABAN com 12 bancos, que representam cerca de 90% do mercado brasileiro deste produto. Desde julho, quando entraram em vigor as novas regras de autorregulação da Federação para o assunto, 6,2 milhões de pessoas já optaram pela mudança de linha de crédito, reduzindo o custo do crédito obtido nos bancos. A taxa de juros média dos empréstimos parcelados fechou janeiro no patamar de 3,4% a.m., queda de 0,1 pp em relação a dezembro de 2018, e muito mais baixos do que as taxas cobradas no cheque especial no mesmo período. Em janeiro, a taxa média de juros do cheque especial foi de 12,62% a.m., 0,2 pp menor do que a registrada em janeiro do ano passado, mês com a mesma sazonalidade.

Fonte: Febraban

Banco digital do Bradesco, next passa a oferecer programa de cashback a clientes
27 de fevereiro

Clientes do banco digital do Bradesco, o next, agora contam com um programa de cashback, ou seja, a cada compra feita em uma loja virtual parceira, o cliente receberá uma porcentagem de volta. Segundo o banco, são mais de 250 sites cadastrados onde clientes poderão pagar com o cartão de crédito next para receber automaticamente o valor. O serviço é resultado de uma parceria com a startup Getmore. O porcentual devolvido depende de cada parceiro. De acordo com o next, atualmente, clientes recebem de volta até 25% do valor pago em uma compra. E como a devolução é feita automaticamente o valor a ser devolvido nunca expira.

Fonte: It Fórum 365

Banco digital europeu N26 prepara entrada no Brasil
27 de fevereiro

O mercado financeiro brasileiro ficará ainda mais competitivo. Não bastasse o sucesso de fintechs nacionais, como Nubank, Inter e Neon, agora o País começa a atrair fintechs internacionais. O banco digital europeu N26 acaba de anunciar que prepara a sua entrada no Brasil, o que deve acontecer entre o fim deste ano e meados do ano que vem. Para comandar a operação foi contratado o executivo Eduardo Prota, que já passou por empresas como Santander e Cielo, além de startups. O N26 tem origem alemã. Opera desde 2015 e agora está em 24 mercados da Europa, somando 5 milhões de clientes. A empresa recebeu recentemente aporte de série D no valor de US$ 300 milhões, sendo avaliada em US$ 2,7 bilhões. Ao todo, já levantou US$ 500 milhões. Entre seus investidores estão a Tencent, a Insight Ventures e a Allianz X

Fonte: MobileTime

IBGE divulga o rendimento domiciliar per capita 2018
27 de fevereiro

O IBGE divulgou nesta quarta-feira (27) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2018 para o Brasil e Unidades da Federação, calculados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU). Em todo o País e nas Unidades da Federação, o valor médio da renda por pessoa ficou em R$ 1.373, no período. A menor renda per capita, de R$ 605, foi no Maranhão e a maior, no DF, com R$ 2.460. Em São Paulo, o valor foi de R$ 1.898.

Fonte: Agência IBGE de Notícias

CSU registra lucro líquido de R$ 32,8 milhões e EBITDA de R$ 81,5 milhões em 2018
27 de fevereiro

A CSU, especializada em prestação de serviços de alta tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento e transações eletrônicas, anuncia resultados financeiros do quarto trimestre (4T18) e ano de 2018. A Companhia registrou EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 18,1 milhões no último trimestre, totalizando R$ 81,5 milhões no ano. E alcançou lucro líquido de R$ 32,8 milhões no ano passado, favorecido pelas iniciativas comerciais atreladas a otimização de recursos em todas as suas áreas com melhoria da eficiência operacional em seus negócios.

Mesmo diante de um ano marcado por um baixo crescimento econômico, investimos R$ 51,4 milhões em 2018, valor acima do montante alocado para o ano de 2017, decorrente do desenvolvimento de soluções tecnológicas e da implantação de novas parcerias comerciais, cujos resultados serão refletidos para os próximos períodos, explica Ricardo Ribeiro Leite, CFO da CSU. De acordo com o executivo, o período foi caracterizado por um maior aquecimento das negociações. Encerramos 2018 com parte dos contratos firmados, alguns com operações iniciadas, outros em fase de implantação que contribuirão para os resultados futuros, explica.

Com informações da assessoria de imprensa

Desemprego sobe e atinge 12,7 milhões de pessoas após dois trimestres de queda
27 de fevereiro

Após duas quedas consecutivas, a taxa de desocupação voltou a subir e ficou em 12% no trimestre móvel fechado em janeiro, acima dos 11,7% registrados no período encerrado em outubro pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). O aumento representou a entrada de 318 mil pessoas na população desocupada, totalizando 12,7 milhões de trabalhadores nessa condição. Já a subutilização da força de trabalho ficou em 24,3% no período, somando 27,5 milhões de pessoas nesse grupo. Já a categoria dos trabalhadores por conta própria cresceu 1,2% na comparação com o trimestre anterior (23,9 milhões de pessoas), o que significa um aumento de 291 mil pessoas neste contingente. Por outro lado, caíram os empregados do setor privado sem carteira assinada (-321 mil pessoas, de um total de 11,3 milhões) e os trabalhadores do setor público caíram 1,8% (11,5 milhões). Enquanto isso, os empregados do setor privado com carteira assinada permaneceram estáveis (32,9 milhões), assim como os trabalhadores domésticos (6,2 milhões).

Fonte: Agência IBGE de Notícias

CAIXA define cinco novos vice-presidentes
26 de fevereiro

Tomaram posse, nesta segunda-feira (25), cinco novos vice-presidentes na CAIXA. Para a vice-presidência de Clientes, Negócios e Transformação Digital, foi selecionado o empregado de carreira Valter Gonçalves Nunes. André Tosello Laloni assume a vice-presidência Finanças e Controladoria. Para a vice-presidência de Gestão de Pessoas, assume Roney de Oliveira Granemann. Luciane Ribeiro será a vice-presidente de Administração e Gestão de Ativos de Terceiros da CAIXA. E para a vice-presidência de Tecnologia da Informação, foi escolhido Cláudio Salituro. Resta, ainda, a seleção do novo VP de Risco para que o quadro de dirigentes da instituição esteja completo. A definição dos executivos foi feita por meio de seleção pública coordenada por headhunters da Russel Reynolds, empresa internacionalmente reconhecida por realizar o recrutamento e seleção de CEOs (Chief Executive Officer). Os novos vice-presidentes foram previamente aprovados pelo Conselho de Administração da CAIXA.

Fonte: Agência Caixa de Notícias

Mercado financeiro reduz estimativa de inflação em 2019
25 de fevereiro

O mercado financeiro continua confiante no crescimento econômico do País em 2019. Segundo o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (25), a estimativa para a inflação neste ano passou de 3,87% para 3,85%, abaixo do centro da meta definido pelo banco, de 4,25%. Em 2020, a expectativa dos analistas é que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial no Brasil, atinja 4% e, no ano seguinte, caia para 3,75%. Ao mesmo tempo, os economistas consultados pelo Banco Central preveem uma reação do crescimento econômico. As projeções do mercado financeiro apontam para um avanço de 2,48% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Em 2020, a expectativa é de um crescimento maior, de 2,65%.

Fonte: Gov.br

BRB emite 40,8 mil cartões de material escolar
26 de fevereiro

O Banco de Brasília emite, neste mês, 40,8 mil cartões de material escolar. A iniciativa do governo do Distrito Federal, GDF, deve injetar aproximadamente 20 milhões na economia do DF este ano. A emissão dos cartões beneficia 64.652 estudantes, conforme o cadastro do Bolsa Família no DF. Serão repassados anualmente R$ 320 para 55.882 estudantes do ensino fundamental e R$ 240 para 8.770 matriculados no ensino médio. De acordo com a Secretaria de Educação estão previstas mais de 300 papelarias credenciadas, para as quais serão entregues a maquineta do BRB, a ser utilizada para recebimento dos cartões, que funcionam na função de débito, para esta finalidade específica, e será aceito somente nas papelarias credenciadas. Esta modalidade estava suspensa há três anos.

Com informações da assessoria de imprensa

Chatbots devem reduzir custos operacionais em bancos em US$ 7,3 bilhões até 2023
25 de fevereiro

Levantamento realizado pela Juniper Reseach revelou que o desempenho de chatbots cada vez mais eficientes deve resultar em significativa economia nos custos operacionais do setor bancário. Globalmente, a cifra que deve ser economizada pode chegar a US$ 7,3 bilhões. Na prática, isso representa 862 milhões de horas até 2023. A pesquisa “AI em Fintech: Roboadvisors, Lending, Insurtech & Regtech 2019-2023” destaca que a eficiência dos robôs para serviços financeiros deve – além de gerar economia nos custos -, também deve resolver demandas de consumidores de forma cada vez mais automatizada. Conforme o NLP (Natural Language Processing) avança e a especialização de domínio é adicionada às plataformas de inteligência artificial, os bots têm apresentado entrega de serviços contínua que deve impulsionar a adoção da ferramenta de forma definitiva em empresas do setor. Para se ter uma ideia, a estimativa é que ocorra um crescimento de quase 3.150% em interações bem-sucedidas no segmento entre 2019 e 2023. O levantamento também mapeou o impacto da inteligência artificial na gestão de sinistros, de modo que a redução de custos deve atingir quase US$ 1,3 bilhão até 2023 em relação a apólices de seguro auto, vida, prosperidade e seguro de saúde.

Fonte: Consumidor Moderno

Santander oferece linha de crédito de antecipação do IR a partir de 7 de março
25 de fevereiro

O Santander vai oferecer aos seus clientes uma linha de crédito para antecipar o valor da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). A contratação pode ser feita a partir do mesmo dia do início das entregas das declarações à Receita Federal, no próximo dia 07 de março (sexta-feira). As taxas do financiamento dependem do perfil do cliente, mas elas podem variar de 3,69% a 5,99% ao mês. É possível receber até 100% do valor da restituição no mesmo dia da contratação do empréstimo. São elegíveis os clientes que indicaram, na declaração enviada à Receita Federal, a sua conta corrente do Santander para o crédito da restituição do IRPF. Em 2018 o Banco registrou um incremento de 5,24% na contratação da linha. A contratação, disponível no APP Santander, Internet Banking, Central de Atendimento Telefônico e nas agências do banco, tem prazo máximo para contratação até 30/10/2019.

Fonte: Santander

Prazo para entrega da Declaração do IR 2019 começa em 7 de março e termina em 30 de abril
22 de fevereiro

Foi publicada, no Diário Oficial da União de 22 de fevereiro, a Instrução Normativa nº 1871, de 2019, que dispõe sobre a apresentação da DIRPF referente ao exercício de 2019, ano-calendário de 2018, pela pessoa física residente no Brasil. A expectativa é a entrega de 30,5 milhões declarações. Estará obrigado a apresentar a declaração anual aquele que, no ano-calendário de 2018, recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos) e, em relação à atividade rural, obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 (cento e quarenta e dois mil, setecentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos). Mais detalhes, no portal do Ministério da Economia.

Fonte: Ministério da Economia

Seminário debate inovações financeiras e tecnológicas no BC
22 de fevereiro

O Banco Central (BC) e a Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) promovem, em 27 de março das 9h às 17h40 no ed. Sede do Banco Central, Brasília, DF, o LiftDay, evento no qual serão expostas inovações em tecnologia da informação ligadas ao Sistema Financeiro Nacional. No evento, os participantes da edição 2018 do Lift (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas) vão expor as soluções trabalhadas no Laboratório. Entre as temáticas desenvolvidas estão pagamentos, cibersegurança e crédito. Representantes do Banco Central e da academia discutirão o papel das inovações de forma mais ampla, tratando de temas como tendências, regulação e ecossistema de inovação no Brasil. Ainda no evento, o BC e a Fenasbac lançarão a segunda edição do Lift.

Fonte: Banco Central do Brasil

Operação de crédito da UNICRED cresce 17% em 2018
22 de fevereiro

As operações de crédito da UNICRED fecharam 2018 com R$ 5,8 bilhões, valor 17% maior do que o registrado em 2017. “Nossa liquidez também teve um incremento significativo e alcançou um patamar de R$ 6,3 bilhões ano passado, 11,7% acima do que foi registrado no ano anterior”, afirma o CEO da UNICRED do Brasil, Fernando Fagundes. Com um patrimônio líquido de R$ 1,8 bilhão em 2018 (9,4% maior do que em 2017) e um crescimento de 11,7% no número de cooperados (208 mil em 2018), a UNICRED tem aumentado suar e representatividade no cooperativismo de crédito. “O ano de 2019 será marcado

com a ampliação da nossa rede de atendimento e esperamos um crescimento no nosso resultado entre 15% a 20% ante o ano passado”, finaliza Fagundes

Com informações da assessoria de imprensa

Hyundai vai ter banco em parceria com Santander Brasil
21 de fevereiro

O Banco Central anunciou que deu autorização para constituição do Banco Hyundai, que terá como sócios a própria montadora sul-coreana e a Aymoré, braço de financiamento pessoal e de veículos do Santander Brasil. A diretoria do BC já havia autorizado em setembro passado, o funcionamento da instituição, que oficialmente se chamará Banco Hyundai Capital Brasil, com sede na capital paulista. O banco terá capital inicial de 100 milhões de reais. A Hyundai fechou 2018 com uma participação de 9,6 por cento do mercado brasileiro de automóveis, segundo a entidade que representa concessionários, Fenabrave. A fatia no segmento é a quarta maior no país, à frente de marcas como Renault e Fiat. Já o Santander Brasil tem usado o financiamento para compra de veículos uma das principais alavancas de seu crescimento do crédito nos últimos anos. No fim de 2018, o estoque de operações de financiamento ao consumo do banco, originadas fora da rede de agências, atingiu 50,1 bilhões no término, um aumento de 19,5 por cento em 12 meses. Consultada, a Hyundai disse que não irá comentar o assunto e o Santander Brasil não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

Fonte: Exame

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top