nota8

Aconteceu na semana

Bancos defendem restrição de uso de dinheiro em espécie
17 de outubro

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) defende um controle maior da circulação de dinheiro em espécie como forma de prevenção à lavagem de dinheiro, segundo matéria do Valor Econômico, que informa que o presidente da entidade, Murilo Portugal, em congresso da Febraban sobre prevenção à lavagem de dinheiro, ontem (16), disse que a restrição do uso de moeda física deveria ser prioridade do país.” A apreensão de grandes quantidades de dinheiro em espécie em operações das autoridades identificou que esse numerário teve sua origem fora do sistema bancário, em outros setores onde há grande uso de moeda. De acordo com levantamento do Banco Central, 96% dos brasileiros ainda fazem pagamentos ou compras com dinheiro em espécie. O estudo também detectou que metade do volume de transações no comércio e 29% dos salários são pagos com numerário. O jornal explica ainda que, não há, no Brasil, limite a uso, transporte ou posse de dinheiro em espécie, embora haja discussões nesse sentido. Diversos países, como França, Espanha e Itália, estabeleceram tetos para o uso de numerário, numa tentativa de coibir a lavagem de dinheiro e, principalmente, o financiamento do terrorismo. Assim, o BC planeja colocar em consulta pública nos próximos dois meses uma atualização da norma sobre prevenção à lavagem de dinheiro, afirmou o consultor do Departamento de Normas da autarquia, Mardilson Queiroz. Segundo ele, a regra deixará mais clara a exigência de que as instituições financeiras façam avaliações internas de risco. Ele afirmou, relata o Valor, que a nova norma dará mais ênfase à abordagem de risco, mais em linha com o que se pratica em outros países, uma vez que a regulamentação vigente no país contempla leis de 1998 a 2009.

Fonte: Valor Econômico

Demanda do consumidor por crédito recua 4,5% em setembro, aponta Serasa Experian
17 de outubro

De acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, a quantidade de pessoas que buscou crédito caiu 4,5% em setembro/18 em relação ao mês imediatamente anterior. Todavia, na comparação com setembro do ano passado, houve alta de 5,2%. Assim, no acumulado do ano até setembro, a busca do consumidor por crédito cresceu 8,6% perante os primeiros nove meses do ano passado. De acordo com os economistas da Serasa Experian, a busca do consumidor por crédito foi impactada negativamente em setembro pelas incertezas político-eleitorais, que ocasionaram alta do dólar e recuo dos níveis de confiança do consumidor. Também a menor quantidade de dias úteis em relação a agosto foi um fator que pesou sobre a demanda do consumidor por crédito em setembro.

Fonte: Serasa Experian

Ativos totais da UNICRED chegam a R$ 11,9 bi, em agosto
17 de outubro

A UNICRED fechou o mês de agosto com crescimento de 13,2% nos ativos totais, ante o mesmo período do ano passado, totalizando R$ 11,9 bilhões. “Nosso crescimento é resultado de um trabalho forte na consultoria financeira a nossos cooperados de forma a oferecer o melhor crédito e o melhor investimento”, afirma o CEO da Unicred no Brasil, Fernando Fagundes. De acordo com o executivo, as operações de crédito tiveram um incremento de 12,6% e alcançaram o valor de R$ 5,4 bilhões, em relação ao mesmo mês de 2017. “No mesmo período, nossa liquidez chegou ao patamar de R$ 6,1 bilhões, um crescimento de 10,5%”, declara Fagundes. Outros números expressivos são os depósitos à vista, que cresceram 15,7% (R$ 1,3 bilhão), depósitos a prazo, que tiveram um incremento de 13,6% (R$ 8,5 bilhões), e o patrimônio líquido, que teve um salto de 10,2%, totalizando R$ 1,7 bilhão.

Com informações da assessoria de imprensa

Atividade econômica registra terceiro mês seguido de crescimento
17 de outubro

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) apresentou expansão de 0,47%, em agosto, em relação a julho deste ano, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Banco Central (BC). De acordo com dados revisados, a economia também cresceu em julho (0,65%) e em junho (3,45%). Na comparação com agosto de 2017, o crescimento chegou a 2,5% (sem ajuste para o período). Em 12 meses encerrados em agosto, o indicador cresceu 1,5%. No ano, houve crescimento de 1,28%. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria (foto), comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos. O indicador foi criado pelo BC para tentar antecipar, por aproximação, a evolução da atividade econômica. Mas o indicador oficial é o Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: Agência Brasil / Revista Amanhã

HSBC faz parceria com fintech para consultor-robô de investimentos
17 de outubro

O banco HSBC firmou uma parceria com a empresa de tecnologia financeira Marstone para lançar uma solução de consultor-robô de investimentos. A ferramenta, chamada de HSBC Wealth Track, vai possibilitar aos clientes criar portfólios diversificados instantaneamente com custos baixos. Conforme o comunicado da instituição britânica, o consultor-robô é a primeira solução de vários projetos dentro da parceria. A consultoria e planejamento financeiro digital são importantes para melhor gerenciar as contas de clientes de todos os tamanhos, disse Michael Boardman, vice-presidente executivo e chefe da filial dos Estados Unidos de Wealth Management. Nossa ambição é continuar a atender aos clientes da melhor maneira e de forma mais rápida nos termos que eles demandarem, acrescentou.

Fonte: Valor Econômico

Nubank congela valor do dólar para compras internacionais
17 de outubro

O banco digital Nubank anunciou nesta quarta-feira (17) que vai congelar a cotação do dólar para compras internacionais. Antes, para realizar a conversão, o banco considerava o valor da moeda no dia do fechamento da fatura – o consumidor só descobria o quanto iria pagar no fim do mês. Com a novidade, o cliente pagará pela cotação do dólar no dia do processamento da compra. Dessa forma, o consumidor não ficará sujeito a variações da moeda americana. A mudança é válida para qualquer gasto internacional – mesmo em compras por sites ou aplicativos.

Fonte: Veja on-line

Abono Salarial PIS calendário 2018/2019 começa a ser pago para os nascidos em outubro
16 de outubro

A CAIXA iniciou na terça-feira (16) para correntistas e na quinta-feira (18) para os demais beneficiários o pagamento do Abono Salarial (PIS – Programa de Integração Social) calendário 2018/2019, ano-base 2017, para os trabalhadores nascidos no mês de outubro. Os valores variam de R$ 80 a R$ 954, conforme o tempo de trabalho durante o ano passado. Os titulares de conta individual na CAIXA com saldo acima de R$ 1,00 e movimentação recebem o crédito automático antecipado. Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador, e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 28 de junho de 2019. Para os nascidos em outubro, estão disponíveis R$ 1.385.455.512,00 para 1.894.404 trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo CAIXA Trabalhador, no site da CAIXA (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

Fonte: Agência Caixa de Notícias

BC prepara modelo de \’open banking\’ para ser implementado já em 2019
16 de outubro

O Banco Central definirá, até dezembro, um modelo geral para o funcionamento do open banking no país para ser implementado a partir do ano que vem. Em linhas gerais, essa tecnologia possibilita a terceiros acessar e até mesmo movimentar recursos de contas bancárias – desde que com a autorização do cliente. O princípio é que os dados financeiros são dos usuários, e não das instituições financeiras. A formatação pelo BC, já em discussão com os bancos, vai delimitar questões como a sistemática de compartilhamento dos dados bancários dos clientes, escopo de serviços que podem ser oferecidos e tipo de empresas que podem atuar nessas plataformas abertas, além de prazos de implementação. No mercado, uma das grandes expectativas é em que medida os bancos serão estimulados, ou até forçados, a fornecer os dados de seus clientes, quando autorizados por eles. Bancos e empresas de tecnologia financeira, as fintechs, também especulam sobre as vantagens e desvantagens de o órgão regulador padronizar a forma de comunicação dos bancos com terceiros.

Fonte: Valor Econômico

Cooperativismo de crédito visa a prosperidade
16 de outubro

O Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito é celebrado sempre na terceira quinta-feira de outubro, este ano, no dia 18. A comemoração é uma iniciativa do Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu) e visa disseminar o trabalho desenvolvido pelas cooperativas de crédito ao redor do mundo. Este ano, o tema da data é “Encontre prosperidade em uma cooperativa de crédito”. “É uma importante oportunidade de aumentarmos a conscientização das pessoas sobre a importância econômica e social do cooperativismo de crédito”, afirma o CEO da Unicred do Brasil, Fernando Fagundes. O sistema de cooperativismo de crédito tem como diferenciais o modelo de gestão, que valoriza a participação dos cooperados nas tomadas de decisão sobre os rumos de suas cooperativas, e a prática de taxas menores do que a praticadas pelo sistema financeiro nacional. De acordo com a Confebras, este ano o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito chegou a todos os territórios do mundo onde há movimento cooperativo financeiro, que celebrarão o desenvolvimento exponencial das economias comunitárias que recebem o suporte financeiro de uma cooperativa de crédito. Atualmente, mais de 235 milhões de pessoas fazem parte da nação cooperativista mundial, usufruindo de serviços que impulsionam a realização de sonhos profissionais e pessoais. Ainda de acordo com a Confebras, do Ocidente ao Oriente, estima-se que cerca de 68 mil cooperativas financeiras contribuem com a prosperidade dos seus cooperados em 109 países.

Com informações da assessoria de imprensa

Santander realiza feirão de negociação de dívidas
16 de outubro

O Santander realiza seu feirão unificado de negociação de dívidas para clientes pessoa física e jurídica, o Feirão Acerto de Contas. Até sexta-feira (19), o cliente que estiver com atrasos terá condições especiais em taxas e soluções financeiras. Para o cliente pessoa física, os descontos nas taxas podem chegar a até 20%. Já para os empreendedores, a redução dos juros será de até 50%. Os descontos variam conforme o relacionamento do cliente com o banco. O Feirão Acerto de Contas está sendo realizado nos principais canais de atendimento do banco: APP Santander, Internet Banking, caixas eletrônicos, nas agências bancárias em todo o País e no portal www.santander.com.br/renegociacao.   

Com informações da assessoria de imprensa

Morre Paul Allen, cofundador da Microsoft
16 de outubro

Paul Allen, cofundador da Microsoft, morreu nesta segunda-feira (15) em Seattle, nos Estados Unidos em decorrência de um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado em 1983, que entrara em remissão em 2009, mas retornou. Allen, que havia retomado recentemente tratamentos contra esse câncer, nasceu em 21 de janeiro de 1953, também em Seattle. Ele e Bill Gates fundaram a Microsoft, em 1975, em Albuquerque, no Novo México. Allen deixou o cargo executivo que ocupava na gigante tecnológica no ano em que foi diagnosticado com a doença pela primeira vez. Ele era filantropo em causas de saúde dos oceanos, apoio aos sem teto e investigação científica avançada, e ainda era dono de três equipes desportivas — Seattle Seahawks, da NFL; Portland Trail Blazers, da NBA e a equipe de futebol Seattle Sounders FC. Segundo a Forbes, Paul Allen tem uma fortuna estimada de 2,3 mil milhões de dólares, ocupando o 44º na lista dos mais ricos da publicação. E, além de ter fundado uma das mais valiosas empresas na história financeira dos Estado Unidos, Paul Allen possuía um império de software e negócios de internet e televisão a cabo, o museu de Jimi Hendrix em Seattle e também uma banda de rock, na qual tocava guitarra-ritmo desde 1996.

Fonte: Zap.aeiou e Uol

BRB abre inscrições para última turma de educação financeira deste ano
15 de outubro

O Banco de Brasília abriu inscrições para a última turma de educação financeira deste ano. O curso ocorrerá de 5 a 7 de novembro, das 18h45 às 21h45, na Gerência de Desenvolvimento de Pessoas da Instituição, na 410/411 Sul. Durante os três dias serão abordados os seguintes temas: “O que fazer para ter uma vida financeira equilibrada?”, “Planejamento Financeiro – Onde quero chegar?” e “Investimento Financeiro – Projetando o Futuro”. As inscrições podem ser feitas por meio do e-mail educafinan@brb.com.br. É necessário enviar o nome completo, para posterior emissão do certificado, e o telefone para contato. A confirmação da inscrição será feita também por e-mail.

Serviço

Curso de Educação Financeira
Data: 5 a 7 de novembro
Horário: 18h45 às 21h45
Local: Gerência de Desenvolvimento de Pessoas do BRB – EQS 410/411, Lote 01, Sobreloja Ag. L/2 Sul

Com informações da assessoria de imprensa

Boletos vencidos de R$ 100 ou mais podem ser pagos em qualquer banco
15 de outubro

O novo sistema de liquidação e compensação para os boletos de pagamento, conhecido como Nova Plataforma de Cobrança, caminha para a reta final de sua implementação. Desde 13 de outubro, boletos com valor a partir de R$ 100, mesmo vencidos, poderão ser pagos em qualquer banco. Para tanto, eles precisam estar registrados na base de dados. Caso contrário, a rede bancária e seus canais de atendimento não vão receber. Assim, clientes que tiverem boletos não registrados na Nova Plataforma, rejeitados pelos bancos, devem procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito. Segundo a Febraban, a Nova Plataforma, desenvolvida pelos bancos e a FEBRABAN, dá mais segurança a todo o sistema de compensação de boletos identificando facilmente tentativas de fraude; permite o pagamento em qualquer banco mesmo após o vencimento, e evita que o pagamento, por engano, de algum boleto já pago. “A nova plataforma é resultado de uma exigência do Banco Central, com incorporação de dados obrigatórios, como CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.”

Cronograma completo

Data Valor (R$)
25.08.2018 > 400,00
13.10.2018 > 100,00
27.10.2018 > 0,01
10.11.2018 Boletos de cartões de crédito, doações, entre outros


Fonte: Febraban

Mercado Pago prevê que celular tomará lugar de maquininha de cartão
14 de outubro

O mercado de maquininhas de cartão de crédito nunca foi tão concorrido. Na esteira do sucesso do PagSeguro, que revolucionou o setor ao vender equipamentos sem cobrança de aluguel, dezenas de empresas decidiram entrar neste segmento. O Mercado Pago, empresa de serviços financeiros do Mercado Livre, foi uma delas. Mesmo reconhecendo a importância desse mercado, a companhia acredita que as maquininhas cairão em desuso da mesma forma que o cheque e o boleto de papel. “O que venho falando é que em 2018 o lojista não precisa mais de uma maquininha de cartão. Já temos tecnologia suficiente para fazer uma transação de pagamento com segurança, com rapidez, de forma barata e sem maquinha”, afirma Tulio Oliveira, diretor do Mercado Pago. Para o executivo, os smartphones tendem a substituir as maquininhas, como já ocorre na China. Lá, uma das formas mais populares de pagamento é a tecnologia QR Code, recém-incorporada pelo aplicativo do Mercado Pago. “A estrutura de cartões do Brasil é muito restritiva. Cerca de 50% da população não tem conta em banco. Entre a metade que tem, parte não tem cartão de crédito. Enquanto o celular, todo mundo tem, por isso o poder de utilização dele para pagamento é enorme.”

Fonte: Veja on-line

Dados da Visa mostram que o pagamento com celular cresceu mais de 400% em um ano

Os Pays, pagamentos realizados por meio de celulares, chegaram com força no Brasil em 2018 – é o que mostram os dados recentes da Visa em relação à sua adoção e uso. A curva de crescimento do número de transações Visa com os Pays entre os primeiros seis meses de 2017, com o mesmo período em 2018 é superior a 431%. O crescimento do volume também foi expressivo: o valor transacionado por essa solução cresceu 372%. Os Pays chegaram no Brasil em 2016, desde então já foram lançadas três soluções diferentes deste serviço. A Visa esteve presente em todos, sendo, em muitos casos, uma das primeiras e únicas a possibilitar que o portador pudesse experimentar a nova forma de pagamento. Mais de nove bancos clientes da Visa já oferecem essa possibilidade de pagar pelo celular

Fonte: Visa

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top