Crédito: valor.globo.com

Aarin inicia sua internacionalização com apoio do Governo Britânico

Setor fintech no Reino Unido captou mais de 5 bilhões de dólares em investimentos em 2023, e hoje é o principal mercado da Europa para startups de finanças
A Aarin, hub de tech-fin brasileiro especializado em Pix e Embedded Finance, deu início à sua internacionalização com o apoio do Governo Britânico no Brasil, por meio do Ministério para Negócios e Comércio (DBT, na sigla em inglês), que tem um programa focado na expansão internacional de empresas brasileiras.
O Reino Unido é, atualmente, o segundo país que mais atrai investimentos para fintechs, com notável destaque no cenário internacional. De acordo com a Innovate Finance, em 2023, o setor fintech britânico atraiu mais de 5 bilhões de dólares em investimento, contrastando com os 4,4 bilhões investidos no resto da Europa no mesmo período.
O ingresso da Aarin no programa do Governo Britânico representa um marco significativo em seu plano estratégico de internacionalização. Ticiana Amorim, co-fundadora e CEO da Aarin, explica que a empresa passou recentemente por uma expansão em São Paulo, com 52 contratações, o maior salto em pessoas desde o M&A com o grupo Bradesco.

“A Aarin hoje possui base sólida no Brasil, e vimos no Reino Unido uma oportunidade de levar nossa expertise para outros cantos do mundo. Queremos captar novos clientes e expandir nossa solução, propiciada pelo ambiente regulatório britânico, que é um grande facilitador nesse sentido”, diz a CEO.

Todo o processo foi iniciado no ano passado, também impulsionado pelo recebimento do Global Business Awards 2023, uma prestigiada premiação promovida pela publicação inglesa The European. Na ocasião, a Aarin foi vencedora de três categorias: “Melhor Contribuição para TechFin em Soluções Open Banking”, “Facilitador de Transformação Digital Mais Inovador” e “Melhor CEO da Indústria de Tecnologia Financeira 2023”.
O primeiro passo, junto ao Time de Investimentos do Governo Britânico, foi explorar os objetivos estratégicos da empresa e as ambições no novo mercado. A discussão de um plano de negócios internacional facilitou a criação de um cronograma de softlanding, que inclui mapeamento de mercado, conexões com especialistas britânicos e participação em eventos estratégicos do setor, entre outras atividades.
Durante o processo, a equipe do Governo Britânico forneceu não apenas suporte em inteligência de mercado, mas também informações sobre os trâmites burocráticos locais, como entendimento do sistema fiscal, procedimentos para abrir uma empresa no Reino Unido e até os principais desafios da internacionalização.

Julia Koch, gerente do Time de Investimentos do Governo Britânico no Brasil, destaca: “Nosso objetivo é abrir novos horizontes para empresas brasileiras no Reino Unido, apresentando o mercado britânico como uma plataforma de aceleração e alcance global, e não como um ponto final na jornada de internacionalização. Com a Aarin, esse processo vem sendo bastante fluido, muito pelo comprometimento de todos os envolvidos e fit do mercado com as soluções ofertadas pela empresa".

A executiva ressalta que um mapeamento realizado pela City of London em 2022 registrou 3.200 fintechs no Reino Unido, mais da metade delas sediadas em Londres, com destaque para as wealthtechs — que representam 39% do total —, seguidas pelas startups da área de pagamentos (19%), lending e banking (ambas com 13%).

“O pioneirismo do Financial Conduct Authority (FCA) na criação de um sandbox regulatório fala muito sobre a cultura de inovação do país. A combinação da expertise britânica em serviços financeiros com incentivos públicos e privados, um ambiente regulatório proativo, a alta captação de investimentos, e a oferta de talentos por algumas das melhores universidades do mundo fazem do Reino Unido um hub fintech que é referência não apenas na Europa, mas globalmente", conclui.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top