Crédito: canva.com

5G ganha 1,5 milhão de novos usuários em março

Adesão à quinta geração móvel vem crescendo mês a mês ao longo de 2024; chips de celular ativos no País, considerando todas as tecnologias, chegaram a 214,8 milhões
A adesão ao 5G vem se acelerando no País desde o começo do ano. Dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), divulgados pelo site Telesíntese, mostram que, ao longo do primeiro trimestre, a quinta geração móvel ganhou um número maior de usuários a cada mês.
Em março, a base do 5G teve a adesão de cerca de 1,5 milhão de usuários no País, batendo os números vistos em janeiro (1 milhão) e fevereiro (1,1 milhão). Com isso, as operadoras encerraram o primeiro trimestre deste ano com 24,2 milhões de acessos de quinta geração.
No mesmo mês do ano passado, havia 8,19 milhões de clientes de 5G no território brasileiro. Portanto, no intervalo de 12 meses, a base quase triplicou – o crescimento do total de usuários é de 196,5%.
Conforme os dados da Anatel até março, a Claro lidera em número de acessos de quinta geração móvel, com 9,15 milhões de usuários. A Vivo aparece em segundo lugar, com 8,95 milhões. A base da TIM totaliza 6,16 milhões de clientes na tecnologia celular mais moderna.

Mercado móvel

As operadoras encerram março com 214,8 milhões de chips de celular ativos em todo o País. O número representa uma leve alta de 0,2% ante o total de fevereiro (214,3 milhões) e um avanço de 1,75% na comparação com o mesmo período do ano passado (211,1 milhões).
Levando em conta todas as tecnologias, a Vivo lidera, com 83,6 milhões de linhas. Em 12 meses, houve uma adição de quase 600 mil chips (percentualmente, o incremento é de 0,7%).
Já a Claro ativou quase 4 milhões de novas linhas no período de um ano. A operadora, que tinha 68,9 milhões de chips de celular em operação em março do ano passado, fechou o terceiro mês deste ano com 72,8 milhões de acessos (alta de 5,6%). Diferentemente das rivaisa base da TIM diminuiu no mesmo intervalo. A tele perdeu cerca de 900 mil linhas. A carteira de clientes caiu de 57,2 milhões, em março de 2023, para 56,3 milhões, em março deste ano.
Os dados da Anatel ainda mostram que, das 214,8 milhões de linhas de celular no País, os planos pós-pagos (107,7 milhões) têm ligeira vantagem sobre os modelos pré-pagos (107 milhões).
O mercado móvel completo – isto é, chips para celular (“padrão”, no jargão de telecomunicações), machine to machine (M2M) e ponto de serviço (PoS) – encerrou março com 258,1 milhões de chips, alta de 0,3% ante fevereiro (257,3 milhões) e de 2,78% em relação ao mesmo mês do ano passado (251,1 milhões).

Nuvem

Segundo noticiou o Mobile Time, as operadoras móveis vão investir mais de US$ 200 bilhões na nuvem até 2028, conforme prevê a Juniper Research, em novo relatório.
Somente em 2024 serão US$ 26 bilhões. E em 2028 o investimento será de US$ 65 bilhões. A aposta na nuvem será feita para dar conta do crescimento do tráfego móvel, com o avanço de aplicações de IoT, como fábricas inteligentes e infoentretenimento dentro de veículos, e a necessidade de um gerenciamento mais automatizado dos recursos de suas redes, usando machine learning para otimização.
A Juniper Reserach projeta que o tráfego móvel mundial vai crescer 110% até 2028, puxado pelas redes 5G e pelo aparecimento das primeiras redes 6G nativas na nuvem.

(Fontes: Telesíntese  Mobile Time) 

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
Inteligência Artificial pode contribuir em até 5,4% do PIB da América Latina até 2030
Segundo relatório da Allianz Trade número fica atrás dos Estados Unidos e Canadá, que devem...
TOP 6
Valid lança primeiro cartão bancário 100% em braille no Brasil
Os cartões já estão disponíveis para os clientes do Banco do Brasil (BB); equipamento inédito...
TOP 6
Embratel amplia solução de conectividade via satélite para fornecer redundância
Serviço de Banda Larga via satélite proporciona uma camada adicional de backup à rede das...
TOP 6
Banco Central publica próximos passos da regulação de criptoativos
A infraestrutura criada para o Piloto com Tecnologia de Registro Distribuído (DLT) passará a testar...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top