nota1

53% dos brasileiros querem pagar contas pelo WhatsApp

Por Edilma Rodrigues

Mais da metade dos usuários de WhatsApp no Brasil (53%) usariam o aplicativo de mensagens para fazer pagamentos e transferências bancárias. Os dados são da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensageria móvel no Brasil, patrocinada pela Infobit. Segundo matéria da Mobile Time, essa porcentagem representa aproximadamente 50 milhões de pessoas, cruzando com dados do IBGE e da pesquisa TIC Domicílios e considerando apenas aqueles com 16 anos ou mais de idade.

“Dentro do grupo que deseja a nova funcionalidade, 44% gostariam que o serviço de pagamento via WhatsApp fosse feito a partir de uma conta bancária virtual criada dentro do próprio app de mensageria. 37% optariam por associar ao WhatsApp sua conta bancária atual. E 19% achariam melhor associar seu cartão de crédito ao aplicativo.”

O head of Americas da Infobip, Yuri Fiaschi, avalia que esse desejo segue a tendência do mercado oriental, onde as plataformas de mensageria se transformaram em superaplicativos, que permitem fazer transferências bancárias e solicitar uma refeição a um serviço de delivery. “É um mercado que ainda tem muito espaço para crescer no Brasil, já que o WhatsApp começou a operar de forma comercial recentemente, assinala.

Usuários querem se comunicar com marcas via aplicativos de mensagem

O levantamento também revelou que a proporção de usuários ativos mensais dos aplicativos de mensagens cresceu entre janeiro e julho deste ano em comparação com a edição anterior da pesquisa. No WhatsApp, o índice de usuários que conversam com marcas por meio do aplicativo cresceu de 55% para 63% no período. Os concorrentes Facebook Messenger (de 51% para 57%) e Telegram (de 48% para 55%) também registraram incremento.

A resistência do consumidor brasileiro em se comunicar com marcas por meio de aplicativos de mensagem também diminuiu. No WhatsApp, subiu de 53% para 60% o índice de usuários abertos a receber mensagens promocionais na plataforma. No Facebook Messenger, o aumento foi de 46% para 53%; no Telegram, foi de 48% para 54%. “As principais finalidades de se comunicar com marcas via aplicativos de mensagens são tirar dúvidas ou pedir informações, receber suporte técnico e receber promoções,” informa a Infobit.

Esse levantamento reforça a mudança de comportamento do consumidor brasileiro em relação à forma de se comunicar com as marcas, ainda mais agora que o WhatsApp entrou no jogo de vez, comenta Fiaschi.

Para a pesquisa, foram entrevistados 1.984 brasileiros que acessam a internet e possuem telefone celular. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais. O levantamento completo está disponível no portal: http://panoramamobiletime.com.br/

Com informações da assessoria de imprensa e da Mobile Time

Compartilhe

Notícias relacionadas

Blog
Mudança na natureza jurídica da ANPD fortalece aplicação da LGPD
Por Edilma Rodrigues A Medida Provisória (MPV) nº 1.124, de 13 de junho de 2022 assinada pelo...
Blog
Mercado Pago usa tecnologia de segurança da Mastercard para criptos
A carteira digital do Mercado Livre, o Mercado Pago, vai usar
Blog
Ant Group lança banco digital para micro, pequenas e médias empresas em Singapura
O ANEXT Bank, banco digital de atacado de Singapura e parte do Ant Group, anunciou...
Blog
Cetelem vai reduzir 6 mil toneladas de CO² com emissão de cartões reciclados
O Banco Cetelem Brasil emitiu cerca de 370 mil cartões de plástico reciclado, desde o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top