Crédito: Canva

45% dos bancos já estão incorporando IA generativa em suas operações

Relatório da NTT DATA mostra transformação do setor bancário rumo à nuvem e IA
Os bancos estão finalmente abandonando os sistemas de mainframe consolidados para adotar tecnologias de Inteligência Artificial e nuvem. Foi o que revelou pesquisa da NTT DATA, que apontou que 45% dos bancos já estão adotando o poder transformador da IA generativa, incorporando-a em suas operações. Além disso, 30% estão explorando seu potencial, o que sinaliza uma mudança proativa em direção à inovação. 
Kaz Nishihata, diretor e vice-presidente executivo sênior da empresa, explicou que os bancos não estão apenas evoluindo tecnologicamente, mas culturalmente. “A rápida adoção dessas tecnologias pela indústria está redefinindo os modelos de negócios e estabelecendo uma nova norma na liderança do setor. Essa maré tecnológica está levando os bancos a uma compreensão mais profunda das necessidades dos clientes, proporcionando serviços mais rápidos, mais seguros e exclusivamente personalizados”, completou. 
A pesquisa bancária global “Horizonte Digital: A Mudança do Setor Bancário de Mainframe para Infraestrutura em Nuvem Orientada por IA” foi realizada com 650 tomadores de decisões do setor bancário, em todo o mundo. E mostrou ainda que 63% dos entrevistados confirmam que a IA generativa está facilitando a transição de aplicações bancárias para a nuvem de forma decisiva. Um número expressivo de 91% deles relatou que suas iniciativas voltadas nesse sentido são endossadas pela diretoria, indicando uma priorização em nível estratégico.
Flexibilidade e escalabilidade são citados por 36% dos executivos como principais motivadores para a migração para a cloud, indicando uma tendência à mudança que supera as preocupações com custos. 25% também reconhecem uma tendência crescente na migração para a nuvem, impulsionada pelos avanços da IA. 
E esse longo reinado dos mainframes está se aproximando do fim devido às exigências dos consumidores, as novas interrupções inovadoras no mercado e para responder às pressões competitivas por avanços tecnológicos inovadores.
Claro que, mesmo diante dos múltiplos progressos, a pesquisa ainda revelou que 80% das empresas não contam com um framework estratégico para a adoção de IA generativa, mostrando necessidade de aprimoramento de habilidades. E que apesar de 89% dos líderes bancários se identificarem como inovadores, 63% ainda operam em sistemas mainframe, o que confirma a resiliência desses sistemas.  

O relatório completo está disponível no link

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Compartilhe

Notícias relacionadas

TOP 6
CMN e BC aprovam medidas para amenizar os efeitos da calamidade pública no RS
O Banco Central monitorará continuamente o funcionamento da intermediação financeira na regiãoEm reunião extraordinária no...
TOP 6
Competição voltada às tecnologias para finanças sustentáveis abre inscrições
Quinta edição do G20 TechSprint foi lançada pelo Banco Central (BC) e o Centro de...
TOP 6
Celcoin adquire startup especializada em regulação bancária e fiscal
Reg+ representa a quarta aquisição em dois anos, e reforça o investimento da empresa em...
TOP 6
Programa Celular Seguro é desconhecido por 40% da população, aponta pesquisa
Levantamento encomendado pela Febraban mostra que 29% dos entrevistados não estão interessados na plataformaAté o...

Assine o CANTAnews

Não perca a oportunidade de saber todas as atualizações do mercado, diretamente no seu e-mail

plugins premium WordPress
Scroll to Top