Webinar PIX: Como Implantar Pagamentos Instantâneos PIX com Segurança, Escala e Flexibilidade


O PIX, plataforma de pagamento anunciada recentemente pelo Banco Central do Brasil (BACEN) vai permitir que pessoas, empresas e governos façam pagamentos mais rapidamente com fundos imediatamente disponíveis para uso pelo destinatário. 

Comparados a algumas alternativas existentes, que podem levar dias para chegar a um destinatário, os pagamentos em tempo real oferecem um meio de compensação financeira mais rápida e previsível, criando potencialmente uma variedade de impactos econômicos e sociais que afetam consumidores, empresas e governos.

No entanto, grandes bancos e processadoras de pagamentos entendem muito bem a dificuldade de escabilidade e elasticidade de pagamentos em tempo real, em todo o território nacional.

No dia 4 de junho, às 11h, a E-VAL e Thales Cloud Protection and Licensing vão realizar um webinar que vai cobrir os maiores desafios sobre como implementar Pagamentos Instantâneos PIX com Segurança, Escala e Flexibilidade.

Desafios do PIX:

  • Escalabilidade e Elasticidade: Grandes bancos e processadoras de pagamentos entendem muito bem a dificuldade de escabilidade e elasticiade de pagamentos em tempo real, em todo o território nacional. O fluxo de pagamentos segue o fluxo da sociedade, com horas e datas de pico como compras de natal ou horario de almoco, e transações nestes horaros podem ser dezenas de vezes mais altas que transações em horas normais. 
  • Segurança: Os sistemas de pagamentos mundiais sempre foram um dos principais alvos de ataques. Décadas foram investidas na construção de uma infraestrutura de pagamentos segura para gerenciamento de risco. Um novo sistema de pagamento tem que ter segurança avançada para conter ataques cada vez mais sofisticados e estar preparados para desafios ainda maiores como quamtum computing.
  • Disponibilidade 24x7x365: Um sistema de pagamentos usado por milhões de pessoas se torna uma parte essencial da infraestrutura da sociedade assim como eletricidade ou internet. Uma infraestrutura essencial tem que estar disponível 24 horas por dia, todos os dias, ou correr o risco de ser abandonada por outras tecnologias assim que o sistema não estiver disponível no momento de uma transação. 
  • Velocidade: Um sistema de pagamentos instantâneos, como o próprio nome promete, deve ter extremamente rápido. O tempo máximo de transações de acordo com as diretrizes do BACEN é de 10 segundos. 
  • Rápida implementação: Cconsiderando que a intenção do BACEN é lançar o PIX em novembro de 2020, bancos e instituições financeiras devem estar prontos para atender aos requisitos de desenvolvimento e adequações dentro do prazo determinado.

Um sistema de pagamento instantâneo no Brasil tem vários desafios a serem superados. Por outro lado, a novidade também apresenta oportunidades para que bancos e demais instituições financeiras implementem tecnologias transformadoras baseadas em nuvem, usando a escalabilidade, elasticidade e disponibilidade da nuvem em conjunto a melhores práticas e tecnologias testadas para proteção de transações. 

Inscreva-se e garanta sua vaga no webinar para saber mais.


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).