Toronto recebe 18 startups brasileiras interessadas em internacionalizar seus negócios


Por Edilma Rodrigues

Na última semana, o Canadá foi palco do 7º ciclo de internacionalização do StartOut Brasil. As 18 startups selecionadas para imersão em Toronto participaram de visitas a ambientes de inovação; workshops com prestadores de serviços; reuniões com potenciais parceiros de negócios e treinamento de pitch internacional para se apresentarem a possíveis clientes, parceiros e investidores. Entre as participantes, estão empresas de vários segmentos, principalmente de saúde e de inteligência artificial. E uma fintech. A TCL Soluções, que atua no mercado de recebíveis e de meios de pagamentos. A lista de todas elas, segue abaixo.

Segundo Caio Megale, secretário de desenvolvimento da indústria, comércio, serviços e inovação do Ministério da Economia, quando essas startups vão para o exterior, elas têm um ganho e um aprendizado em termos de gestão que dificilmente conseguiriam aqui no Brasil. “Nós a colocamos em ambientes e ecossistemas de inovação muito avançados com o apoio de uma rede de especialistas que ajudam a elevar o patamar de qualidade dessa empresa. Isso abre oportunidades para conexão com investidores estrangeiros, para parcerias tecnológicas com centros internacionais e favorece a comercialização e desenvolvimento das suas soluções”, afirma Megale.

Antes de embarcarem para o Canadá, as empresas aprovadas passaram por um processo de preparação para a missão durante dois meses e, ao retornar da imersão, elas continuarão a receber acompanhamento personalizado para aprimorarem sua estratégia de expansão e maximizar as oportunidades identificadas no exterior.

Em Toronto, as startups tiveram mais de 120 agendas de negócios desenhadas exclusivamente para elas e se conectaram com cerca de 30 instituições do pujante ecossistema canadense. “Por ser um importante polo de pesquisa e desenvolvimento, os participantes estão tendo oportunidade de interagir diretamente com os parques tecnológicos locais, ampliando bastante a possibilidade de surgirem novos negócios e parcerias”, reitera a coordenadora de internacionalização da Apex-Brasil, Paula Gomes.

Perfil das startups

Todas as selecionadas já têm clientes e/ou usuários. Inclusive, 72% delas tiveram significante crescimento no número de clientes ou usuários pagantes nos últimos 12 meses. Essas empresas estão situadas, principalmente, em São Paulo (50%), mas também há startups do Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Compostas por equipes com mais de 13 pessoas full time (44%), 50% das startups têm como principal setor de atuação Negócio em Saúde, Soluções para Empresas e Inteligência Artificial. Em sua maioria, elas trabalham com o modelo B2B (67%) e faturaram mais de US$ 500 mil em 2018 (61%).

Atualmente, 78% já passaram por aceleradora ou incubadora, fizeram parceria com grandes empresas e 39% receberam investimento de Investidor Anjo (71%), Aceleradora de Startups (14%) ou Corporate Venturing (14%). Destas, 39% receberam investimento de mais de US$ 250 mil.

Das selecionadas, 89% têm algum tipo de experiência internacional, sendo que 72% já realizaram negócios fora do Brasil e 46% delas têm até 10% de sua receita resultante do seu desempenho no exterior. Com o StartOut Brasil, 67% das empresas pretendem mapear possíveis clientes e parceiros, atrair investimento ou estabelecer uma operação fora do país.

Lista das startups que participaram da missão

Hype: produz animações para o mercado de entretenimento e cria conteúdos para televisão e cinema;

key2enable Assistive Technology: empodera pessoas com deficiência para desenvolverem suas competências e individualidades;

Antares Recycling: especializada no desenvolvimento e implementação de soluções sustentáveis para reciclagem e reaproveitamento de resíduos industriais;

InEvent: ajuda empresas a verem o poder de eventos e facilita a gestão de seus processos, a criação de soluções vencedoras e a entrega de experiências incríveis;

Pris: soluções para nortear gestores em decisões capazes de aumentar o valor de seus negócios;

FormulaXR (former Imersão Visual): conferência virtual imersiva;

Shawee: plataforma de gerenciamento para hackathons;

Filho sem Fila Software Ltda: aplicativo que avisa a escola com antecedência quando os pais estão chegando;

RIO Analytics – Artificial Intelligence for industry: utiliza inteligência artificial para predição de falha de ativos industriais;

Jade Autism: aplicativo que estimula e desenvolve as funções cognitivas de crianças;

Aptah Bioinformatica: empresa de bioinformática que visa reduzir o tempo, custos e riscos gastos no desenvolvimento de medicamentos;

WNutritional: linha de bebidas funcionais, saborosas, livre de conservantes e rica em nutrientes;

MSC MED: oferece metodologias de auxílio no desenvolvimento de projeto para dispositivos médicos implantáveis;

TCL Soluções: desenvolvedora de soluções tecnológicas inovadoras que melhoram o mercado de recebíveis e meios de pagamentos;

Portal Telemedicina LTDA: central médica online que atua unindo tecnologia, medicina e uma equipe incrível para atender clientes em todas as etapas de seu negócio;

Shelfpix Tecnologia LTDA: desenvolvedora de tecnologia de ponta aplicada ao monitoramento do ponto de venda por meio do reconhecimento digital de imagens;

Asel Tech: gestora de dutos para indústrias de petróleo, petroquímica e de gás e energia;

Molegolar: startup que possibilita a formação de plantas arquitetônicas que se adaptam às necessidades dos usuários pela combinação de módulos para várias metragens.

Com informações da assessoria de imprensa


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).