Santander anuncia compra de fintech de pagamentos internacionais por R$ 1,7 bilhão


O banco Santander anunciou ontem (4) a aquisição de 50,1% da fintech de pagamentos internacionais Ebury por 350 milhões de euros, o que equivale a cerca de R$ 1,7 bilhão. De acordo com reportagem publicada pelo portal Info Money, a intenção do negócio é consolidar a posição da instituição como opção para pequenas e médias empresas que estejam em processo de internacionalização ou que já mantém negócios no exterior.

Segundo a publicação, a Ebury opera em 19 países, oferecendo serviços de pagamento internacional e comércio exterior. No ano passado, a empresa processou 16,7 bilhões de euros em pagamentos para 43 mil clientes. A intenção do Santander é iniciar expansão para a América Latina e Ásia.

Em um comunicado à imprensa o Santander informa que a companhia continuará operando de forma independente, como ocorre com a Getnet, maquininha de pagamentos que também faz parte do grupo. O texto diz ainda que Sergio Rial, CEO do Santander Brasil, se torna presidente do conselho de administração da fintech.

“O Brasil é um dos mercados com maior potencial de internacionalização de suas empresas de pequeno e médio porte, que tradicionalmente lideram os processos de retomada do crescimento econômico, e esse raciocínio também é válido para os demais mercados da América Latina”, disse Rial no comunicado.

“As pequenas e médias empresas são um importante mecanismo de crescimento em todo o mundo, porque criam postos de trabalho e contribuem com até 60% do emprego total e até 40% do PIB nacional nas economias emergentes”, diz a presidente executiva do Grupo do Banco Santander, Ana Botín.


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).