Briga entre gigantes: Ripple e R3


A Ripple Labs Inc e a R3 Hondco LLC, as maiores desenvolvedoras da plataforma blockchain, vão resolver suas diferenças na Justiça. Na última sexta-feira, a R3 iniciou processo contra a tentativa de extinção, por parte da Ripple, de um contrato de opções para a R3, firmado em setembro de 2016 e que concede a esta o direito de comprar até 5 bilhões de tokens do XRP (moeda digital) por US$ 0,0085 até setembro de 2019. A ação judicial movida pela R3 alega que o diretor executivo da Ripple, Brad Garlinghouse, encerrou o contrato de opções por um e-mail enviado ao diretor executivo da R3, David Rutter. O processo contra a Ripple é uma resposta ao e-mail, com o argumento que o contrato não pode ser rescindido unilateralmente.

Por sua vez, a Ripple também entrou com processo contra a R3, acusando funcionários desta, de enganá-los em outros acordos. As empresas eram parceiras e trabalhavam juntas no desenvolvimento de novas tecnologias de contabilidade digital para instituições. A Ripple argumenta que as duas companhias tiveram que criar uma joint venture com a participação de bancos integrantes do consórcio da R3 para testar a tecnologia desenvolvida pela Ripple. Além disso, a desenvolvedora da moeda digital XRP afirma que o grupo R3 ocultou que vários membros desse grupo, incluindo Goldman Sachs e o Banco Santander, planejavam deixar o consórcio no momento do acordo.

É bom lembrar que a cotação da moeda digital XRP, desenvolvida pela Ripple, agora está na casa dos US$ 0,20 cada. O contrato e opções permite que a R3 compre os tokens da Ripple e os venda imediatamente com um ganho de mais de 2000%. Além disso, de acordo com a XRP Charts, a criptomoeda já movimentou perto de US$ 120 milhões. Desde que a blockchain se tornou a ‘menina dos olhos’ do mundo financeiro, as duas empresas disputam clientes.


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin e Twitter).