Brasil tem seu primeiro banco digital em blockchain


Por Edilma Rodrigues

O Pitaia Bank chega ao mercado brasileiro como o primeiro banco digital desenvolvido na plataforma blockchain. Sua conta digital inclui aplicativo para Android e iOs; cartão de débito para utilização em estabelecimentos; pagamento de contas, inclusive em moedas criptográficas; recarga de celulares e transferências, além de compra e venda de criptomoedas, seu principal ativo.

Segundo a fintech, fundada por Augusto Santos e Simone Abravanel, o objetivo da empresa é atingir o público digital, investidor de criptomoedas e entusiastas, por meio de uma solução transparente e justa, baseada na inovação e segurança. “Hoje, lançamos o primeiro Digital Bank brasileiro em blockchain para transações em bitcoin. A Pitaia Bank deu um grande passo para a circulação das criptomoedas no Brasil”, afirma a CEO da plataforma, Simone Abravanel. A empresária acredita que a blockchain vai mudar a maneira de se transacionar ativos no País.

Em comunicado, a empresa informa que seu serviço é 100% online e oferece todas as facilidades de um banco tradicional, porém com taxas menores. Para o futuro, a Pitaia Bank estuda investir em ATMs (Caixas Eletrônicos) que serão colocados em pontos estratégicos para que os clientes possam comprar moedas eletrônicas ou mesmo retirar seus reais e o serviço de broker (exchange), que permite a compra de criptomoedas.

Com informações da assessoria de imprensa


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).