Banco Votorantim lança unidade de inovação e venture capital e contrata Guilherme Horn para liderá-la


Por Edilma Rodrigues

O Banco Votorantim, quinto maior banco privado brasileiro em ativos, lança o BVx, seu hub de inovação e venture capital e anuncia como diretor de estratégia digital e inovação, Guilherme Horn, que assume a missão de conduzir a estratégia digital e liderar a nova unidade. 

O BVx surge para conectar os motores de transformação do Banco Votorantim, multiplicar conhecimentos e, assim, otimizar os esforços de inovação que já existem. Os novos negócios respondem por grande parte da agenda estratégica da instituição, conduzindo a transformação digital nos processos do banco e, principalmente, conectando-se com fintechs, seja por meio de parcerias ou com investimentos. 

“Com a força e o reconhecimento dentro do sistema financeiro brasileiro, o Banco Votorantim é flexível e ágil, aberto para os novos desafios que o setor enfrenta com a chegada das fintechs, que estão revolucionando a forma como as pessoas lidam com os serviços financeiros”, diz Horn. 

O CEO do Banco Votorantim, Gabriel Ferreira, ressalta que a instituição tem o time mais bem preparado para lidar com o fenômeno das fintechs, além de uma moderna tecnologia que permite integrações em tempo recorde, como foi com a Neon, que se tornou um case no setor financeiro brasileiro.

Guilherme Horn

Guilherme Horn é mestre em administração de empresas pela PUC-RJ, doutor em ciências empresariais na UMSA, na Argentina, e tem especialização pelo MIT. Antes de chegar ao Banco Votorantim, Horn era membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil e de outras organizações, entre elas ABFintechs e Anjos do Brasil, além de mentor da Endeavor. Nos últimos cinco anos, foi diretor Executivo de Inovação da Accenture para a América Latina. 

De acordo com Ferreira, Horn é um parceiro de longa data e sua bagagem e referência em inovação e tecnologia no mercado financeiro impulsionará ainda mais à transformação e alavancagem de nossos negócios. Em nota, a instituição avalia que o novo executivo é um dos maiores especialistas no país em serviços financeiros digitais, segmento no qual as fintechs têm conquistado relevância crescente. “O grande desafio dos bancos é o customer centricity verdadeiro, aquele em que o banco se coloca do lado do cliente. Nesse sentido, chego para impulsionar ainda mais a estratégia já adotada pelo Banco Votorantim de usar as tecnologias emergentes e colaborar com as startups para reduzir as ineficiências do setor e resolver as dores dos usuários”, diz Horn. 

Fomento à cultura de inovação

O Banco Votorantim tem mais de 15 parcerias de startups que são referências nos mercados em que atuam, como Neon, GuiaBolso, Dr.Consulta e PraValer. Além disso, o banco possui um fundo de Corporate VC para investimentos e é cotista em dois outros fundos: BRStartups, em parceria com a Microsoft, e Monashees. “A chegada de Guilherme Horn também tem o objetivo de fomentar a cultura de inovação e empreendedorismo em toda a organização,” disse o banco em nota.

Com informações da assessoria de imprensa


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).