Banco inglês testa cartão com identificação biométrica


O banco britânico NatWest anunciou ontem (11) o início de seus testes com um novo cartão de pagamento que oferece um scanner de impressões digitais embutido. O instrumento será usado inicialmente por 200 clientes, em meados de abril, e permitirá que esses usuários façam pagamentos sem precisar inserir um PIN ou assinatura.

Em vez disso, eles irão segurar o cartão com o dedo sobre o leitor embutido no plástico. O chefe de pagamentos da instituição, David Crawford declarou à publicação acreditar que este seja o maior desenvolvimento em tecnologia de cartão nos últimos anos. “Estamos animados para testar o serviço”, disse.

Na mesma reportagem o representante da Gemalto na experiência, Howard Berg, acrescentou que os portadores de cartão podem pagar rápida e facilmente com um simples toque. “E não precisam mais se preocupar com o limite de transações de pagamento sem contato”, disse.

Nesta etapa do desenvolvimento do produto, por preocupações com segurança, só serão permitidas transações abaixo do limite de 30 libras.

Segundo o portal www.theverge.com, os dados das impressões digitais são armazenados localmente no cartão, o que significa que não há informações de segurança para um hacker conseguir roubar do banco de dados central de um banco.

A publicação informa que a autenticação biométrica se tornou um componente padrão dos pagamentos móveis NFC, mas, apesar dos testes com cartões de crédito terem sido conduzidos desde 2015, eles ainda não conseguiram emplacar.

Além da Gemalto, o NatWest está trabalhando com a Visa e a Mastercard na inovação.

Fonte: Portal Finextra/Theverge.com


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).