Acqio entra no mercado de adquirência


Por Edilma Rodrigues

A Acqio, rede de franquias do segmento de meios de pagamento, é a nova adquirente das bandeiras Elo, Mastercard e Visa. A iniciativa marca a inserção da empresa no mundo da adquirência. A expectativa da Acqio é alcançar mais de 20 milhões de transações no primeiro ano e passar das 50 milhões no segundo.

Com o movimento, a fintech intensifica a concorrência e diversifica sua área de atuação para além da franquia de maquininhas POS. Para Robson Campos, CEO da Acqio, a iniciativa é importante para ampliar a performance do negócio, além de transparência e solidez na captura e liquidação das transações. “Realizamos um investimento robusto nesse processo para garantirmos competitividade, ” assinala.

Recentemente, a empresa lançou modelo de franquia TEF, voltada a pequenos e médios estabelecimentos varejistas, e busca ser referência para o mercado de subadquirência. E anunciou que seu cartão pré-pago será liberado para pessoas físicas e jurídicas, também a partir de setembro, conforme informamos em primeira mão.

A Acqio surgiu em 2014 com a aposta de oferecer soluções de pagamentos eletrônicos para todos os tipos de negócios, com foco nas classes C, D e E. Com um modelo de franquias home based e de alto custo-benefício (a partir de R$6 mil de investimento inicial e retorno do investimento de seis a 12 meses), a startup rapidamente conquistou o mercado de pequenos e médios empreendedores: atualmente, conta com mais de 1,9 mil franqueados e mais de 100 mil maquininhas em operação.

Campos explica que com esse histórico, a Acqio se tornou a 15ª maior franquia do Brasil e ganhou experiência no ramo de subadquirência. “Como adquirentes, teremos melhores condições de fazer com que os meios de pagamento cheguem às cidades mais remotas do País, um dos nossos grandes objetivos”, finaliza o executivo.

Com informações da assessoria de imprensa


Fique atualizado em relação as principais notícias do setor. Inscreva-se na Newsletter e nos acompanhe nas Redes Sociais (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram).